Pular para o conteúdo

Se não tem nada de bom a dizer, Não fale nada.

Ouvi essa frase e agora ela faz parte da minha verdade!

Foi quando assisti com meus filhos o filme da Disney, Bambi, que ouvi essa frase: “Se você não tem nada de bom a dizer, não fale nada.” Eu simplesmente passei a ter isso como uma verdade. Pois sem querer podemos ferir uma pessoa ao falar por falar.

E isso me marcou! Passei a observar como é frequente me sentir agredida por palavras ditas por alguém sem pensar. Quantas vezes nossas ideias, falas, comportamento ou mesmo a nossa identidade, fisionomia é motivo de gozação, brincadeiras, apelidos, gracinhas e que nos constrange?

E eu sempre digo: “Não é o que falam de mim ou para mim que importa. O que realmente importa é o que eu tenho feito com o que falam comigo”. E o que você tem feito com o que dizem sobre você?

Porém, o que eu desejo dizer a você neste texto e vídeo não é bem isso, mas é outra questão. É o que nós estamos falando sem pensar. E que pode estar magoando as pessoas de nosso relacionamento e convivência.

A mensagem de hoje é, na verdade, sobre a GENTILEZA. É saber sempre que recebemos aquilo que doamos. Que ao doar GENTILEZA, você receberá GENTILEZA em dobro. Isso deveria ser uma prática constante em nossos relacionamentos.

Eu acredito que a GENTILEZA deve ser praticada sempre, 24 horas, pois somos pessoas diferentes com histórias distintas e merecedoras de todo respeito. Sendo assim, tanto eu quanto você deveríamos ter o cuidado com nossos comentários e ou brincadeiras se eles não são ofensivos a quem nos dirigimos.

Eu gostaria de dizer é que mesmo brincando, nós podemos provocar na outra pessoa pensamentos e emoção de humilhação, desrespeito, falta de amor, desprezo e rejeição. Cada um de nós carregamos nossas marcas, lembranças e dores, e elas podem ser relembradas, desencadeadas por gatilhos que vem remeter as sensações doloridas de um dia experimentado.

Esses gatilhos podem ser acionados por ambientes e situações que nos remetem à experiência de uma dor. Podem também ser acionados por sons, cheiros, música, gestos, palavras etc. Essas situações disparam lembranças de momentos onde experimentamos não ter sido amados, desprezados, rejeitados etc.

Por isso, eu prefiro sempre a gentileza por respeito às pessoas, não importando quem seja. Evito comentários ou brincadeiras depreciativas. Prefiro a gentileza e o elogio.

Quer um exemplo? Eu sempre que encontro um amigo, um conhecido ou um familiar em qualquer ambiente. Eu saúdo-o e digo: “que lugar mais bem frequentado, pois você está aqui”. Como isso gero na pessoa a sensação dela fazer parte e de ser especial.

Que tal buscar elogiar do que criticar, principalmente em público? Elogios sempre enaltece e faz a pessoa se sentir grande. Críticas diminuem sempre, busque fazer em particular, com respeito e com sugestão de ideias.

Que tal evitar comentários quanto a peso, gênero, textura e tipo de cabelo, estilo de vestir etc. Decididamente evite comparações, pois cada um de nós fazemos parte de histórias diferentes.

Por isso, me marcou tanto a frase do filme. Se você não tiver algo de sincero, motivador, amigável, respeitoso e carinhoso para dizer a alguém, não diga nada. Guarde contigo qualquer tipo de julgamento.

Compartilho o que sei e pratico o que falo. E tenho me comprometido todos dias a doar gentileza e posso dizer a você que eu tenho recebido de volta o dobro dessa gentileza.

O que eu tenho feito para ser gentil? É o que desejo compartilhar com você hoje.

5 dicas de como ser gentil

  1. Guarde contigo o seu julgamento;
  2. Busque sempre um novo olhar;
  3. Ouça mais e fale menos;
  4. Elogie;
  5. Sorria.


Guarde contigo o seu julgamento

A verdade relativa e absoluta cabe bem como exemplo aqui. O meu e o seu julgamento é sempre a nossa verdade relativa. Essa verdade relativa será absoluta quando evitarmos o “achismo” e conversarmos um com o outro para que cada um exponha a sua versão.

O que eu acho ou o que eu penso sobre alguém é um julgamento, e ele é sempre relativo. Por isso, tome muito cuidado com o que acha. Evite achar, o melhor é ir lá para ter certeza.

Busque sempre um novo olhar

Busque sempre um novo olhar

Você sabe porque aquela pessoa está mais magra ou mais gorda? Você tem ideia porque ela ou ele se veste daquela maneira? Você conhece a história da pessoa para entender o comportamento dela?

Eu prefiro acreditar no lado bonito que tudo tem. A positividade seria a palavra disso. O que chega até você, foi você quem atraiu. E o que você tem atraído?

Tudo é aprendizado para o nosso processo de transformação. Que tal você ver o mundo mais colorido? Pois ele é assim. Veja o mundo com todas as suas possibilidades e a realidade como é.

Veja a vida de maneira positiva, de aprendizado e não com castigo ou culpa.

Veja as pessoas como um ser humano assim como você, em busca de ser amado e aceito. Um novo olhar sempre nos ajuda a compreender que tudo é tão breve e passageiro. Vivemos momentos!

Ouça mais, do que falar

Seja mais observador de si mesmo. Observe a cena em que você está. Qual é o seu papel neste cenário? O que você deseja com o que está inserido? A ideia é ouvir primeiro, mas pode falar também.

Dê sempre a sua opinião, com respeito. Porém, antes ouça, pense, observe e fale o que irá valer apena falar. Preste bem atenção nas suas observações, pois há pessoas que não querem ouvir, afinal ninguém muda ninguém. E toda a mudança que você deseja do mundo, é sua. Pense sobre isso!

Elogie

Elogie com sinceridade e evite ser falso! Elogiar é carinho e carisma. Todos nós nos destacamos em algo. Somos bonitos para alguém. Temos o nosso lado positivo e o negativo. Mostramos sempre a nossa dualidade. Cabe a cada um de nós o autoconhecimento dessa dualidade e consciência do que é preciso melhorar.

Sendo assim, gosto de elogiar com sinceridade as pessoas. Às vezes, o que a pessoa ao nosso lado deseja e precisa naquele momento é um elogio e não uma critica. Elogie com carinho e sinceridade. Se não for para elogiar, melhor calar-se. Se a crítica for necessária para ajudar, que seja também sincera e em particular.

Sorria

Sorria sempre! Seja luz e calor para as pessoas ao seu entorno. Coisa boa é ser recebido com um sorriso. Sorrir é uma forma receptiva de gentileza. Sorriso falso, não! Tem que ser natural, pois um sorriso ajuda na convivência.

Sorrir é uma prática de empoderamento para si mesmo. Experimente sorrir em frente ao espelho. Experimente sorrir para as pessoas. E verá o resultado positivo desta prática, além de que coisa boa é também receber um sorriso. Eu, particularmente, adoro. Aposto que você está sorrindo agora. Acertei? Se não, pode sorrir. É isso aí! Adorei!

E você? Já sentiu se magoado com palavras recebidas? Já passou por isso? E o que você fez?

Conte a sua experiência nos comentários. Eu terei muito prazer em responder.

Fez sentido para você? Então, deixe o seu comentário, pois ele é muito importante. E se acreditar que esse texto irá fazer sentido para alguém, compartilhe.

Tenha um dia de luz.