Pular para o conteúdo

Relacionamento Desgastado: Seu Marido Pode Estar Virando um Amigo.

Relacionamento Desgastado: Sabe quando o seu relacionamento está tranquilo, “legalzinho”, sem grandes problemas, parece que está tudo bem, mas começa a esfriar a intimidade?

relacionamento desgastado

Veja alguns exemplos disso: quando ele esquiva de dar um beijo mais “caliente” e, sem explicação, diz que você precisa parar com esse comportamento insinuante, pois não condiz com mulher casada; ou ele também começa a dar muitas razões para evitar momentos de carinho e intimidade com você; ou ele sente incomodado com suas investidas inesperadas de sensualização; ou se os beijos estão sendo trocados por frequentes “bicotas”.

Tudo isso pode ser sinal de que seu relacionamento íntimo com seu marido está virando amizade.

Vamos juntas parar de palhaçada e conferir o que preparei para você neste post?

Nem sempre percebemos de imediato essa mudança de estado íntimo de casal para amizade, pois a relação não está ruim.

Algumas mulheres nem percebem isso, pois a relação tem respeito, parceria e companheirismo.

Você se identificou que a sua relação amorosa está virando amizade? Estão este POST é para você:

  • Respeito e Parceria
  • Intimidade e Sexualidade

RESPEITO E PARCERIA

Ser parceira e ter respeito com a sua relação amorosa é também ter coragem de ser quem você é.

E para ser você em um relacionamento saudável é preciso ouvir, dialogar e mostrar-se quem é, e deixar que o outro também revele quem ele é. É preciso adaptar-se às suas diferenças sem perder a individualidade.

Gere sempre uma comunicação aberta, honesta e sincera com o seu parceiro. Evite deixar para depois.

Lembre-se: cabeça de mulher é diferente de cabeça de homem!

Você hoje vive um relacionamento de parceria? Você compreende o “NÓS” nesta parceria amorosa de respeito cada uma das partes aprende a ceder algumas de suas vontades para construir algo maior entre elas.

Observe e entenda a pessoa que está ao seu lado, isso é respeito. Quem é o seu marido? Vocês dois entendem o que cada um espera do outro? Ao observá-lo aprenda a dividir a vida com ele, ao ponto de um conseguir entender o outro. É um desafio!

O casamento é uma forma de dizer: “EU TE AMO exatamente assim, como você é”. Porém, esse amor pede atenção, pede tempo para conhecer e compreender um ao outro. E, principalmente, entender que é uma parceria estabelecida entre duas pessoas diferentes, mas que se respeitam e querem estar juntos mesmo assim, sendo um “casal”, e não simplesmente “amigos”.

O casamento é uma escolha assumida entre ambos, de convivência diária. É preciso buscar o equilíbrio, dar uma parte do seu tempo para o seu parceiro, com respeito, parceria e compreensão. Sem exceções de isto ocorrer apenas em situações favoráveis.

Um exemplo meu, que acredito mantém nosso casamento vivo, é que nós dois decidimos entender um ao outro sem medo e sem restrições, sendo casal e não amiguinhos.

Cuidado para essa parceria não virar amizade. Aprendam a ser um casal! Ouçam um ao outro e aprendam a ceder quando for necessário, desde que seja mantido o respeito.

Nem sempre temos razão. Isto é fato! Então por qual motivo devemos passar por cima do parceiro e exigir dele sem oferecer algo em troca?

Muitos casamentos entram em crise, não porque o amor acabou, ou porque há incompatibilidade de gênios, mas sim pelo fato de transformar o respeito e a parceria em uma relação de amigos, perdendo assim a intimidade de um casal.

Fez sentido?

INTIMIDADE E SEXUALIDADE

Adooooooooro falar sobre isso. Sabe por qual razão?

Pois a minha necessidade de proximidade é importante e é natural na vida de qualquer ser humano. A intimidade é a forma mais simples de dar e receber amor e afeto. Fala a verdade!

A intimidade envolve toque carinhoso, segurança, empatia e conforto. Como está a sua intimidade com o seu parceiro de vida?

Lembre-se que seu marido não é o seu amigo, ele é seu parceiro de vida, um marido. E a intimidade que temos com um amigo é diferente da que temos com nosso parceiro.

A definição de intimidade é complexa e pode estar ou não ligada a sentimentos sexuais. Em muitos relacionamentos a intimidade tem mais a ver com momentos divididos pelos indivíduos do que com interações sexuais.

De qualquer forma, a intimidade está ligada a sentimentos de afeto entre os parceiros em um relacionamento.

Parece que intimidade e relacionamentos saudáveis andam de mãos dadas. Certamente a intimidade é um ingrediente básico em qualquer relacionamento com algum significado, lembrando que a amizade é um dos pilares do amor.

Muito estudos revelam que as principais formas de intimidade são a intimidade emocional e a intimidade física. Fez sentido? E agora, fale-me, como está a sua sexualidade com o seu parceiro de vida?

Já a sexualidade humana, nos dicionários, representa o conjunto de comportamentos que concernem à satisfação da necessidade e do desejo sexual. É o sentimento de desejo sexual, que pode ser expresso por meio do ato sexual.

Tal como a intimidade, a sexualidade é uma expressão natural das necessidades humanas. No entanto, para muitas pessoas, a sexualidade vai além do estreito conceito de relações sexuais e está ligada a muitas expressões mais amplas de intimidade, tais como proximidade física, beijar, dizer EU TE AMO, e abraçar.

O ato sexual é inerente à condição humana, sendo um elemento constitutivo, que, além de trazer o prazer, a alegria e o desejo de viver, diferencia a nossa espécie das outras espécies, que usam o ato sexual somente para reprodução.

Sem deixar de lado o aspecto biológico, que determina os papeis do homem e da mulher, a sexualidade tem início quando nascemos e vai se construindo durante a trajetória de nossas vidas por intermédio dos relacionamentos familiares, sociais e educacionais. Por isso ela é tão subjetiva.

E eu não acredito que você mantenha uma sexualidade com seu amigo, mas sim com seu marido.

Fez sentido?

Assista ao meu vídeo sobre o relacionamento desgastado: