Pular para o conteúdo

O que é autoconhecimento?

Conhecer a si mesmo é necessário para a jornada das suas decisões, planejamentos, produtividade, organização e realização dos seus objetivos e sonhos. O autoconhecimento também contribui efetivamente no desenvolvimento de suas competências, habilidades e na administração de ações de maneira mais assertiva.

autoconhecimento

Vejo que, nos tempos atuais, as pessoas estão vivendo a “Síndrome de Alice” – não sabem quem são e nem mesmo para onde irão.

Por não termos o autoconhecimento, nos vemos perdidos diante de diversas situações em nosso trabalho, em família, nos relacionamentos interpessoais, nos tornamos inseguros e extremamente dependentes dos conselhos e intervenções de outras pessoas.

E aí surge a inquietação clássica no meu escritório de coaching: “Já não sei mais quem sou: se sou eu mesmo ou o que dizem para eu ser”.

O autoconhecimento é o primeiro passo. Sem ele nos tornamos dependentes de tudo e de todos. Pense sobre isso!

Por que você deve conhecer a si mesmo?

O autoconhecimento é, na verdade, um estado de consciência de si mesmo. É olhar-se no espelho e ter a clareza do que se vê, gostando ou não gostando. É encarar a sua realidade como ela é, sem conformismo ou lamentação, mas com determinismo de entender que nada é fixo ou permanente. E se há algo que vê e não gosta em si mesmo, saiba que pode mudar. Se há o que você goste, mantenha e assim, transforme-se todos os dias a partir dessa consciência.

A consciência lhe mostra que somos um pacote de alegria, tristeza, raiva, ternura, egoísmo, ciúmes, amor, indiferença, ódio, compaixão, ansiedade etc. E tudo isso nos pertence. Todas as possibilidades estão abertas no ser humano que somos, porém o que importa é o que eu faço com isso. Não precisamos ser escravos dessas emoções. É possível entender por meio do autoconhecimento que as emoções surgem sem que eu o controle, mas o que eu faço com elas. Isso sim, eu posso controlar. Daí a mudança que nada mais é que a consciência com transformação.

Perceba: quem é você? Como você responde ao meio? O que foi estimulado em você e como você manifesta isso?

Reflexões para ter autoconhecimento:

Como você se expressa?

Como você se expressa diante do medo? Da alegria? Das vitórias? Da perda? Da dor? E das conquistas?

A maneira como você se expressa, como se posiciona, como se comunica ou como se mostra às pessoas diz muito sobre quem é você. Quero convidá-lo a observar as suas expressões. Essa observação será um momento de autoconhecimento. O que você descobrir, caso queira, poderá compartilhar comigo.

Como você se define?

O que realmente lhe define? Seus títulos? Seu número de identidade? Seu próprio nome?

Como mencionado antes, somos seres humanos “completos” com raiva, sonhos, desejos, angústias, alegrias, tristezas, compaixão, egoísmo, ansiedade. Temos todas as possibilidades a nossa frente.

E o que você tem estimulado em si mesmo? O que foi estimulado em você por quem lhe criou? O que tem lhe definido hoje? Quem você se tronou?

Evite a culpa!

Aprenda a tomar controle da sua própria vida. Siga consciente daqui para frente.

Perdoe! Honre a sua história!

Cuide de si sem julgamento, aproveite o seu poder de escolha e trabalhe para todos os dias tornar-se um ser melhor e transformador. Você é incrível e muito maior do que imagina.

Como é a sua atitude?

Tem muita gente esperando o “tempo” certo para começar a agir, para mudar hábitos, estilo, etc.

Ilusão!!!

Convido-lhe a começar a viver no hoje e não esperar. Foque no presente, foque em você! Tenha sonhos, pois eles são nossos combustíveis. Atitude é sinal de movimento, de fazer acontecer. O que você está esperando? Simplesmente faça! Tenha atitude e não espere o tempo certo, pois ele não existe.

” Se não decides tuas prioridades e quanto tempo dedicarás a elas, alguém decidirá por ti.” Harvey Mackay.

O que você está esperando?

O que tem lhe prendido? Você tem medo de começar?

Quanto tempo você deseja gastar acreditando que seria muito difícil alcançar o que deseja? Quantas desculpas você ainda irá usar para adiar o seu começo?

“Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”. É essa a frase que me inspira.

Por quantas vezes você fica aí parado? Pensando? Quantas vezes você fica mais preocupado com a dificuldade que terá de começar o seu projeto, do que realmente pensar o quanto será gratificante buscar realizar? Afinal, será aquilo que você deseja, você ainda não alcançou, pois você nem tentou? O que você tem feito é adiar, não é? Quanto tempo você tem gasto pensando que será trabalhoso e desgastante?

O tempo que você está gastando se debatendo é muito maior do que o tempo que você gastará para fazer realmente aquilo que deseja. Eu garanto! REALIZE!

Autoconhecimento: Quem sou eu?

“EU, primeira pessoa do singular. A pessoa que fala, escreve, age. Sinônimo de consciência, personalidade, individualidade e também ego, e egoísmo. ”

Qual a definição do seu EU? Do EU essência e não do ego. Como você se descreve? Como estão as suas emoções e sentimentos? E as suas realizações pessoais e profissionais? Como estão os seus sonhos e projetos? Você tem assumido a sua identidade? O que você tem feito com o seu tempo? Qual a sua visão de futuro? Onde você deseja chegar? Quais são os seus valores? Quais as suas crenças? EU, Ethel Peternelli, tenho feito escolhas em realizar atividades importantes que me tragam retorno. EU tenho agido de maneira a conquistar meus objetivos! EU tenho sido observadora de mim mesma.

“A vida me fez assim. Doce ou atroz. Manso ou feroz. Eu, caçador de mim.” Milton Nascimento

Observado e Observador

Quando você for capaz de ser observado e observador de si mesmo será um grande passo para o seu autoconhecimento. Será um momento de autoanálise e não de julgamento.

Evite julgar a si mesmo! Seja atencioso e carinhoso consigo mesmo. Tenha paciência ao se observar. Tenha cautela quando for o observado.

Veja de onde vieram as suas crenças. Quem lhe doou seus valores?

Perceba suas expressões. Como você reage quando tem medo? Quando está feliz? Quando tem vitórias? E quando você está ansioso, qual é a sua expressão?

Fale mais consigo mesmo. O que você iria falar a si mesmo sobre os obstáculos que está passando neste momento? Que tal se perguntar: o que eu faço com isso?

Ao ser o seu observado e observador, entenda o valor do perdão.

Perdoe-se! E está tudo bem. Agora, siga com um novo olhar!

De qual história você será lembrado?

A grande maioria das pessoas acreditam que um legado só se faz por meio de grandes feitos, riqueza, heroísmo, sucesso e fama. Será? Pensar assim não seria uma crença limitante?

De qual história você quer ser lembrado? De qual história você terá orgulho de contar sobre si mesmo? Do que irão lembrar de você quando se for? Já pensou em sua missão? Qual é o seu propósito de vida? O que você quer deixar para a humanidade? Qual será a marca que você deixará impressa nos outros através da sua presença no mundo?

As suas respostas são o seu LEGADO.

Honre a sua história! Quem é você está nela. Qual é a sua?

Saiba ser grato e perdoar. Saiba entender que as suas crenças são mentiras que viraram verdades e são verdades da sua história contada na sua infância. Essa história a constitui, porém você a herdou.

A partir dessa consciência, você poderá construir um caminho de mudanças e verdadeiramente a sua nova história. Ninguém passa a pensar edificante e positivo porque deu um “clique” e agora passou a pensar positivo.

A mudança que você deseja das pessoas e do mundo é sua. E para mudar, é preciso coragem, atitude e, primeiramente, consciência da sua história.

Eu posso fazer diferente sempre. Eu posso contar uma nova história. Eu posso, dessa maneira, inovar.

A partir do que lhe contaram que é a sua verdade? O que você tem feito de diferente? Crie as suas verdades para ganhar controle da sua vida. Assim, você terá novos resultados e realizará as que mudou verdadeiramente.

Descubra como aceitação pode te fazer melhor e estar em constante aperfeiçoamento pessoal.

Dessa forma, deixará um legado pelo qual será lembrado e ele poderá ser bom ou ruim. Você é quem escolhe!

Comente abaixo o que achou deste conteúdo ou envie suas dúvidas.