Pular para o conteúdo

Imite o que é natural e assuma que é hora de ir

O que tem lhe prendido?

Nós nascemos necessitados de cuidado parental para sobreviver – amamentação, higiene, carinho e amor. Esses cuidados nos tornam cada dia mais fortes.

Porém, para algumas pessoas esse cuidado tornou-se sinônimo de dependência, tanto para quem doa, quanto para quem recebe esse cuidado. É preciso entender que, o cuidado parental, tem que nos dar forças para irmos embora, crescer e contar a nossa própria história.

Quem nos cuidou será sempre o nosso porto seguro. É preciso sempre voltar à fonte para recarregarmos nossas energias.

Hoje, você é o que pensou que iria ser? Ou a sua história é algo que alguém inventou? Você se reconhece como protagonista da sua obra? Qual a sua trajetória pessoal e profissional? Você se reconhece no espelho?

Então é HORA DE IR! Não dá mais para esperar. Depois, o café esfria e o Chopp esquenta. Eu não gosto de café frio ou requentado e também não gosto de Chopp quente ou com gelo. É HORA DE IR! Volte sempre e siga o seu caminho.

Honre a sua história! Quem é você nesta na sua história? Qual é a sua história?

Saiba ser grato e perdoar! Saiba entender que as suas crenças são mentiras que viraram verdades e são verdades da sua história contada na sua infância. Essa história lhe constitui, porém, você a herdou.

A partir dessa consciência, você poderá construir um caminho de mudanças e construir verdadeiramente a sua nova história. Ninguém passa a pensar de forma edificante e positiva por que deu um “clique” e agora passa a pensar positivo.

A mudança que você deseja das pessoas e do mundo é sua. Para mudar é preciso coragem, atitude e primeiramente, consciência da sua história.

Posso fazer diferente sempre. Posso contar uma nova história. Posso, dessa maneira, inovar.

A partir do que lhe contaram, que é a sua verdade, o que você tem feito de diferente? Crie as suas verdades para ganhar autocontrole da sua vida. Assim, você terá novos resultados e perceberá que mudou verdadeiramente.

Fez sentido para você?

Tenha um dia de luz!

Ethel Peternelli