Pular para o conteúdo

É no seu desequilíbrio que você encontrará o seu equilíbrio

Sim, O seu equilíbrio emocional está no seu desequilíbrio!

Certa vez fui questionada se eu sou uma pessoa bem resolvida. Voltei a pergunta: Em que sentido? A pessoa disse: quanto a sua autoestima. Eu, então, respondi: 100% não. Eu não sou sempre bem resolvida.

O que percebo é que depois que conheci o método coaching, eu tenho mais consciência do que tenho de bom e a melhorar. Essa consciência trouxe-me clareza do ser humano que sou. E com isso, compreendo que é minha escolha, do que fazer, para conseguir o meu processo de evolução, de ser um humano melhor.

Hoje eu busco criar meus próprios recursos para maximizar o que tenho de melhor. Com isso eu percebo que consigo ser mais equilibrada que antes, mas este é, e sempre será, um grande desafio. O meu equilíbrio emocional está totalmente ligado ao meu desequilíbrio de buscar pelo que desejo.

Preste sempre muita atenção em você! Preste atenção nos seus pensamentos!

Como você se expressa? Você é mais “8” ou mais “80”? Mais “SIM” ou mais “NÃO”? Você é do tipo que acredita que tudo vai sempre dar certo? Ou do tipo que acredita que tudo vai dar errado?

Que tal buscarmos viver o equilíbrio? Neste artigo eu desejo compartilhar com você:

  • O que é esse estado de equilíbrio?
  • Como ir para o caminho do meio?
Equilíbrio emocional

O que é esse estado de equilíbrio emocional?

Há quem julgue ou pense que o estado de equilíbrio emocional é estar sempre bem, otimista e feliz.

Há outros que acreditam que este estado é algo monótono em que fazemos tudo conforme o “figurino”, tudo certinho, na hora exata, coisas de uma pessoa sempre correta e controlada.

E você? O que acreditar ser esse estado de equilíbrio? Como você o define?

Eu, ao me observar, tenho percebido que oscilo entre o “8” e o “80”. E você?O fato é que é essa oscilação que me traz equilíbrio.

Então, que tal ter a consciência de não se manter somente no “8” ou no “80”, porém buscar o neutro, o ponto “0” de equilíbrio?

Como ir para o caminho do meio?

Está aí um dos nossos desafios, de sermos humanos. Como ir para o equilíbrio quando tudo está contra nós?

Ao observar-se:

– Conheça a si mesmo!

– Conheça seus pensamentos!

Busque ter a consciência de como você responde ao mundo ao seu entrono.

Sem julgamento ou crítica reconheça de onde você veio. Como foi o seu passado? Você é capaz de descrever a sua família? Já percebeu as experiências que já teve ao logo da sua vida, até os dias atuais?

Que fique bem claro para você que conhecer de onde você veio o ajudará a explicar a maneira como você oscila quanto ao seu equilíbrio. Preste atenção! Pode parecer maluco, mas observe-se…

Você responde ao meio da maneira como responde, por causa de onde você veio. Fez sentido? E se a forma que você tem respondido, não está funcionando. Você pode mudar quando desejar.

Que tal você reconstruir a si mesmo todos os dias? Buscar equilibrar-se ao longo do seu dia?

Crie você a sua maneira de ter o equilíbrio que seja possível.

Reconheça que você é um ser humano cheio de emoções. Você sente e já experimentou o medo, decepções, expectativas, alegrias, dúvidas. Você já errou e também já acertou. Você tem sonhos, fé e desilusões.

Ter a consciência dessas várias emoções traz muita liberdade. Você é o responsável, não é o outro.

O caminho do meio é a consciência dessa oscilação e a busca pelo equilíbrio.

Quando você estiver no caminho do meio, você poderá observar e compreender como você reage nas suas oscilações de “8” e “80”.

Compreender que não há certo ou errado, mas o movimento de buscar voltar sempre para o neutro, o 0, o caminho do meio, o seu eixo.

Seja moderado, mas não chato ou preso em ser certinho. Erre ou acerte, mas continue.

Qual é o ponto do seu equilíbrio? Acredite, talvez você ainda não tenha muito claro uma resposta para essa pergunta que fiz.

Arrisco a dizer a você que o ponto do seu equilíbrio está no seu desequilíbrio. Louco isso, não é? Porém o convido a observar-se a si mesmo.

Pare e observe-se ao longo do seu dia. Ao longo da vida que vem tendo, você vem o tempo todo buscando se reajustar ou acertar ou reajeitar e se reequilibrar emocionalmente, fisicamente, racionalmente, profissionalmente etc? Não é?

Percebeu? Viu, como nosso desequilíbrio e oscilação é que nos faz buscar pelo equilíbrio? Você é totalmente capaz de se reequilibrar sempre. É como andar de bicicleta ou manter-se de pé.

Não se iluda, pois, o tempo todo, em todas as situações do seu dia a dia, você será provocado pela vida que tem, tanto no relacionamento, quanto na vida pessoal e profissional.

Evite lamentar-se!

Busque e escolha a vida possível que deseja ter.

Evite que o seu “EGO” domine as suas escolhas e conecte-se com a sua essência.

Busque você mesmo pelo seu equilíbrio, sem apontar alguém como responsável por isso. O seu equilíbrio está no seu desequilíbrio!

Como você tem alimentado o seu cérebro e pensamentos? Saiba que você pode escolher o que, e como, quer pensar. Assuma seus pensamentos e assim compreenderá melhor as  suas ações.

Não veja apenas você como o centro de tudo. Faça agora a sua escolha de equilibrar o que deseja e que seja sempre respeitando o outro.

Fez sentido?