Pular para o conteúdo

Estagnação: Você sente que não evolui? Não adapte ao que não faz você feliz.

Você, hoje na sua vida, se identifica com o estado de não estar fluindo, ou que não se movimentando? Sente-se estar parado e que não consegue evoluir ou progredir, literalmente paralisado?

Tenso, não é?

Bora juntos pensar sobre isso:

  • Olhar acolhedor para si mesmo
  • Mover-se é sobrevivência

Olhar acolhedor para si mesmo

Nesse momento de baixa na nossa vida é sempre bom nos acolhermos com carinho e também buscarmos ajuda se for necessário. Por isso é muito importante esse olhar para si mesmo, sem julgamento e crítica. Há quanto tempo você não faz uma reflexão sobre os seus atos e comportamentos?

Há quanto tempo as coisas não vêm ocorrendo bem e você tem deixado a vida te levar? Já pensou que os dias estão passando e você continua no mesmo lugar? Parado! Estagnado e sem nenhum tipo de evolução?

Todas essas questões são para provocar você a reconhecer-se, reagir e mover-se. É preciso um olhar profundo para si mesmo! Acolher sem julgar a si mesmo.

“É preciso saber viver….”

Teremos dias bons e também aqueles que não são tão bons assim. É muito comum as pessoas viverem os dias e ficarem satisfeitas com aquilo que nele vivenciaram e fizeram. Mas, o que poucas entendem é que a vida é muito mais que viver um dia feliz e ficar por isso mesmo. É preciso saber o que fazer com o que nos acontece de bom e ruim. É preciso promover a nossa criatividade para fazer diferente, para sair da nossa zona de conforto. É preciso querer ir além, explorar o desconhecido, buscar por coisas novas.

Nós, seres humanos, precisamos de movimento, crescimento, evolução pessoal e profissional. Em caso contrário, é muito provável que possamos desanimar e parar, o que tornará nossa vida estagnada.

Ao mesmo tempo que sabemos ser fato a importância de nos mantermos em movimento para evitar que nosso corpo se atrofie, sabemos também que a preguiça faz parte das nossas vidas.

Nosso cérebro não quer que gastemos energia e por isso temos tendência ao sedentarismo, mesmo que seja necessário mover-se para sobreviver. Parece contraditório, não é?

Essa contradição acontece para que sejamos pessoas que rompam limites e desafios.

Contudo, é triste ver que a maioria das pessoas escolhem ser do tipo “deixa a vida me levar”. Essas são o tipo de pessoa que dificilmente conquistarão seus sonhos. E serão as que mais reclamam da sorte! As chances de ela continuar em um estado de mesmice, que é estar acostumada com o seu trabalho, com sua rotina de tarefas, com um relacionamento ruim e com as dificuldades que aparecem, enfim, manter uma vida morna, são gigantescas!

E acredite, nós seres humanos, ADAPATAMOS a vida ruim e sem perceber vivemos do que não gostamos, pelo simples fato que adaptamos a essa condição.

Por isso, cuidado com o estado de estagnação. Acolha-se e reconheça que é preciso mover-se.

Mover-se é sobrevivência

O que fazer? Como agir?

Está tudo no nosso cérebro! Como funciona o nosso cérebro, por que paramos quando na verdade devemos nos mover para sobreviver?

A explicação está no termo, presentismo psicológico. Na literatura você encontrará muitas aplicações desse termo, presentismo psicológico, mas o que nos interessa aqui é aquele que, para o nosso cérebro, o presente é mais importante que o passado ou o futuro. É da nossa natureza, veio dos nossos ancestrais, a ideia de “sobreviva agora”.

Todas as nossas vontades são governadas pelo nosso momento presente, pela nossa emoção do agora.

Pare e reflita: que emoções no dia a dia tem governado você a ficar parado? Pois, acredite, a preguiça está presente no seu planejamento.

Sabe o porquê?

Estar em movimento gasta muita energia, e nossa programação biológica é: não gaste energia, salve energia para ser usada quando precisar.

Por isso tendemos a parar, mesmo quando é necessário estar em movimento! Louco, não é?

Para se mover você terá que lidar contra as suas emoções do dia a dia. Você precisará aprender a lidar com as dificuldades e entender que elas não são e nem serão motivo, ou desculpa, para ficar parado esperando que as coisas caiam do céu.

Como desejo sempre ser uma pessoa que lhe traga inspiração, pensei na minha própria história. Como eu faço para manter-me em movimento? Uma das minhas grandes perguntas é: o que me faz mover? O que me faz seguir, quando outros parariam? Essas perguntas, em minha mente, fazem com que eu continue mesmo quando penso que deveria parar. Compreendo, com clareza, onde quero chegar. O que faço na vida é sempre por amor, sejam minhas atividades pessoais ou profissionais.

Então, bora nos mover?

Tenha metas tangíveis

Eu acredito na importância e na força que as metas têm para nos mover, principalmente por elas nos desafiarem a atendê-las por causa do compromisso com uma data.

Eu incentivo você a ver esse material de metas que preparei.

Tenha força da visão e força do comprometimento

A força de vontade é nada para fazê-lo mover-se. Já foi comprovado que a força de vontade é muito volátil e não resiste aos problemas que surgem.

Por outro lado, a força de visão, ou seja, aonde você quer chegar, e a força do comprometimento, são a combinação perfeita para você realmente cumprir suas metas e mover-se com determinação e persistência.

Defina os passos

Nós humanos estamos em um processo de evolução pessoal permanente e que acontece passo a passo. Por isso é importante você criar prioridades das ações diárias. Comece o seu dia com prioridades. É um processo.

Pare de “mimimi”

Evite ficar parado porque tem medo do julgamento ou da crítica. Entenda que sempre irão falar de você e desde que não tenham desrespeito, aceite as críticas e reflita sobre elas. Porém, entenda que apenas você conhece a sua história. Portanto não sofra com as críticas.

Arrisque, mesmo com medo de errar. É você quem sabe aonde deseja chegar.

Todas as pessoas de sucesso tiveram medo, arriscaram, aprenderam com quem falou mal delas e, principalmente, reconheceram suas vulnerabilidades como ferramenta de reconhecer erros e fazer melhor todos os dias

Desejo que a cada dia você seja a sua melhor versão.

Seja mais forte juntando-se a outros

Aceite ajuda, faça parcerias. Compreenda que sozinho você consegue, porém, juntos você irá mais rápido e também mais longe.

Não sabemos tudo! E nem conseguimos fazer tudo sozinhos.

Busque por pessoas que inspirem você. Busque inspirar pessoas também.

Tenha gratidão

Seja uma pessoa grata. Eu tenho certeza que, se fizer uma lista, você tem mais coisas a agradecer do que a pedir ou reclamar. A gratidão nos faz seres felizes. Pessoas felizes compreendem o poder de mover-se para ajudar, doar-se e espalhar conhecimentos.

Eu espero, realmente, ter chacoalhado você, tê-lo feito movimentar-se, pois temos a tendência de parar, quando na verdade devemos nos mover todos os dias.

Fez sentido?

Luz e movimento.

São tantas as pessoas que me perguntam como enfrentar a insegurança, ou como não lidar com o que pensam delas, ou como lidar com o julgamento ou a crítica. Situações estas que sempre levam as pessoas à insegurança.

Adoro falar sobre isso, pois somos seres de pura emoção. O bom dessa vida é aprender a lidar com essas emoções. Afinal, a nossa grande batalha é contra as nossas emoções internas.

Hoje quero muito inspirar você sobre o tema INSEGURANÇA. Afinal eu mesma luto bastante contra essa emoção.

Bora ficar comigo aqui até o final? Nesse post falarei sobre:

Assista no vídeo como eu venci a insegurança

Que sentimento é esse chamado, insegurança?

Eu sempre gosto de abordar um assunto buscando, primeiramente, pelo significado da palavra. Veja o que encontrei na minha pesquisa:

“A insegurança é um sentimento de mal-estar geral ou nervosismo que pode ser desencadeado pela percepção de si mesmo ser vulnerável de alguma forma, ou um senso de incapacidade ou instabilidade que ameaça a própria autoimagem ou ego. ”

Wikipedia

Essa definição me faz pensar sobre autoconhecimento. Afinal de contas quem é você? Quem está no controle da sua vida? Onde realmente você deseja chegar?

Como lidar com a insegurança

Meu olhar para a insegurança

Ao pensar na insegurança eu automaticamente penso no MEDO. Medo de falhar, de errar, de ser julgada ou criticada, de ofender, de ser mal interpretada etc.

Na minha jornada de vida, tenho aprendido que o medo é necessário. Ele nos coloca em alerta e deixa todos os nossos sentidos em prontidão, para qualquer perigo que possa chegar. Na verdade, o medo nos protege!!! O que não podemos é parar pelo fato de sentirmos medo. O medo é importante para a nossa sobrevivência.

Sendo assim, preste atenção: NÃO tem problema algum você errar ou falhar!!!!

Muitas vezes o nosso medo é do que não vemos com clareza. Busque ver com clareza para não deixar que o medo pare você! Você deve enfrentar a realidade.

A clareza também irá ajudar você para que não conviva com o que te assusta a ponto de provocar-lheum pânico que o paralisa.

Busque por clareza!

E o que tudo isso tem a vez com a insegurança?

Bem, nós seres humanos temos uma natureza de ter medo do desconhecido e, às vezes, também do conhecido. Quantas vezes optamos pelo caminho da vitimização e negatividade, responsabilizando o meio, as pessoas, as situações e assim justificando que somos de má sorte? Quase que uma sentença de que é bem assim, e que tudo dá errado na nossa vida. Expressão maior do nosso ego.

Que tal você ter um olhar em profundidade para si mesmo? Quando conseguir se ver, irá perceber que não há nada fixo ou permanente nessa vida. Tudo é movimento e transformação, o tempo todo. E o mais incrível é que você faz parte desse sistema e tem o poder desse movimento e transformação nas próprias mãos.

É muito importante você compreender que nem sempre as coisas irão acontecer como esperamos que aconteça e nem no tempo que desejamos. Porém, seja comprometido com o que diz que vai fazer, mesmo que tenha medo.

Esse é um super desafio! Conhecer-se melhor para lidar com a própria insegurança.

Como lidar com a insegurança?

Manifeste a sua insegurança, fale da sua tristeza, não aceite puramente as coisas, questione sempre.

O nosso ego pode nos fazer vitimizar, mas saia do casulo o quanto antes para que você possa ver além do seu ego.

Perceba ao seu redor. Você está aberto a oportunidades o tempo todo. De nada vai adiantar se você não experimentar, arriscar, correr riscos. O medo será um elemento de alerta para proteger você.

Para tudo o que você quiser realizar terá uma força contrária que quer impedir que aconteça e que vai promover insegurança em você. Você terá medo de errar, de fraquejar, de fracassar, de receber julgamento e crítica, enfim, terá medo de que seu projeto não logrará êxito.

E o que a maioria das pessoas fazem nesse momento? Param, desistem sem antes ter tentado para aprender e evoluir.

Que tal você buscar outro caminho para driblar a insegurança? Que tal buscar uma outra força contrária do medo? Pois o medo nos pertence, não tem como eliminá-lo.

CRIE uma força contrária! Crie o seu grande “porque” para você ter segurança e vencer os seus medos.

Vá com medo, pensando na sua força contrária que será maior que o que te amedronta. Essa força é o que o moverá.

A minha força é a minha família!

O que vai fazer você mover-se, mesmo que tenha medo e tenha insegurança? Deixe isso claro na sua vida.

Vença a batalha interior que é sempre contra as suas realizações.

Lide com a sua insegurança, pois a maioria das pessoas são mornas e não se posicionam.

Para ter o sucesso que deseja, prefira ser quente como deve ser um café, ou gelado como deve ser um Chopp. Evite ser morno!!! E saiba que, são essas pessoas mornas que irão julgar você e que com certeza não contribuirão para o seu sucesso. Mas você, apenas você, sabe onde deseja chegar.

O que importa é ter a clareza de onde deseja chegar! E ter amor por isso.

Leia este artigo: 5 passos para você ter clareza do que quer e onde quer chegar.

Beme

Você precisa saber o que deseja dessa vida e quando você brilhar com certeza estará ocupando o seu lugar. Isso irá incomodar os mornos, como eu disse antes.

Assim, quanto ao julgamento ou crítica que fizerem ao seu respeito, apenas você poderá dizer a si mesmo a veracidade do que estão dizendo.

Lembre-se, insegurança por medo de errar ou falhar é da nossa natureza. Busque a força do seu sonho!

Tenha autoconfiança!

Como? Aposto que essa é a sua pergunta, neste momento.

  1. Foque no que você deu certo.
  2. Foque no que você é bom.
  3. Foque nos elogios sinceros que você já recebeu e recebe.
  4. Foque na sua melhor versão.
  5. Evite gastar o seu precioso tempo ouvindo pessoas mornas que falam de você.
  6. Peneire o que falam de você.
  7. Foque na solução.
  8. Esteja com pessoas que o estimulem.
  9. Pare de pensar no que pensam de você.

E, para finalizar:

Não existe derrota, existe aprendizado!

A importância é sempre passageira. O que é importante hoje, poderá não ser importante amanhã.

Peneire e coloque na balança o que falam de você.

Pratique a empatia!

Você jamais vai impedir que falem de você. Porém, você pode decidir o que fazer com o que falam de você.

Fez sentido?

Eu, por muito tempo, achei esse papo de fazer metas uma perda de tempo. Porém, depois que comecei a ler biografias de pessoas de sucesso, uma das coisas que percebi foi que eles têm, ou tinham, o hábito e criarem suas metas.

Como eu acredito que o sucesso deixa rastro, eu tomei a decisão de experimentar a fazer minhas metas e executá-las.

E não é que deu certo!!!! Conquistei bons resultados desde então.

Convido você a ler este artigo até o final, e também a assistir o vídeo que fiz sobre o assunto, pois não é por acaso que você está aqui.

Esse post de hoje será sobre:

O que são metas?

A meta é a especificação desses objetivos quantitativamente. As metas estipulam os passos e prazos para a realização do objetivo.

O que são objetivos?

Objetivo é o que você pretende fazer e/ou alcançar.

Por que é importante ter metas e objetivos?

Como mencionei acima, eu não via importância em fazer metas. Porém a minha vida entrou em um ciclo vicioso de fracassos e desmotivação, que me fez dar uma basta naquela vida sem sentido que eu estava vivendo.

O que aprendi lendo biografias de pessoas de sucesso foi que entendi a importância de se ter metas. Com certeza aproveitei bem melhor meu tempo e as coisas fluíram bem melhor.

E você? Eu não sei a sua opinião quanto a fazer metas, mas sugiro, fortemente, que você viva uma vida de evolução pessoal permanente, e se deseja que algo mude, faça diferente do que vinha fazendo.

Eu, verdadeiramente, acredito que todos nós precisamos estabelecer metas e objetivos, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Digo isso pois são elas que fazem com que tenhamos motivação diária para levantar da cama e realizar os feitos necessários para ver tais metas, e os correspondentes objetivos, concretizados. É por meio da concretização de cada um deles que conseguimos experimentar, verdadeiramente, o gosto e a sensação da felicidade em nossa jornada evolutiva.

Mais que força de vontade, nós devemos ter FORÇA DE VISÃO e FORÇA DE COMPROMETIMENTO. Sendo assim, é fundamental que tenhamos clareza do que queremos alcançar ao longo da vida e de que maneira vamos fazer para atingir os sonhos e objetivos que traçarmos rumo à nossa própria felicidade, uma vez que esta missão cabe somente a nós mesmos.

Realizações

Nós todos temos elementos que nos satisfazem e pelos quais nos movemos. Eu sempre digo que temos que nos ver como um inteiro. Não podemos desconsiderar nenhum elemento.

Então, ao traçar suas metas, pense nas realizações que deseja:

  • Realização Pessoal – é tudo o que você deseja conquistar pessoalmente que refere a atividade, relacionado ao seu propósito de vida. São realizações que irão trazer para você a sensação de estar cumprindo uma missão.
  • Realização Profissional – é a atividade profissional que deseja alcançar, levando em consideração seus talentos, valores e habilidades. O que fazer de maneira leve e que faça sentido? O que pretende doar, para receber de volta em dobro? Fazer curso, conseguir uma promoção, mudar de emprego, fazer uma transição de carreira etc.
  • Realização Financeira – são as conquistas materiais que deseja, como carro, casa, celular, viagens etc.
  • Realização de Equilíbrio – é o que você precisa fazer para ter energia e equilíbrio para conquistar as suas realizações pessoais, profissionais e financeiras. Busque o equilíbrio em coisas simples nas quais você se identifica, como atividade física, filmes, meditação, viajem, contato com a natureza etc.

Como construir suas metas

Segue aqui duas sugestões de ferramentas para você construir suas metas. Porém, você tem toda a liberdade para fazer suas adaptações, que fique bem claro que é preciso sempre ver suas metas como algo tangível.

Como definir metas

Método S.M.A.R.T

Essa ferramenta pode te ajudar a se planejar de forma mais eficaz. De maneira fácil e intuitiva, o sistema utiliza práticas para planejar e gerenciar metas pessoais, profissionais ou empresariais:

S: Específica (Specific)

Quando uma meta é específica, significa que tira qualquer possibilidade de ambiguidade de seu entendimento. A intenção é facilitar ao máximo a criação de atividades e avaliações desta meta em um futuro próximo.

Perguntas que podem te ajudar a definir este item: “O que? Por quê? Quem? Onde? Qual é? ”

M: Mensurável (Measurable)

Toda meta precisa ser mensurável. Este é um critério importante para definir se ela realmente foi alcançada. Se a meta não pode ser medida, quer dizer que ela nunca será alcançada.

Perguntas que podem te ajudar a definir este item: “Quanto custa? Baseado em que valor ou informações eu saberei que essa meta foi atingida? ”

A: Alcançável (Attainable)

Ter uma meta difícil demais pode desmotivá-lo, assim como uma meta fácil demais. A difícil pode parecer inalcançável, enquanto que a fácil pode subestimar o seu potencial. Sendo assim, é essencial fazer uma avaliação sobre as metas como um todo, verificando sempre se elas são razoáveis e te motivam a buscar constantemente a sua realização.

Perguntas que podem te ajudar a definir este item: “Como saberei se a meta foi atingida? Baseado em qual parâmetro? ”

R: Relevante (Relevant)

Uma boa meta é aquela que traz grandes propósitos à empresa ou ao indivíduo. E, na prática, só o empreendedor ou responsável pela empresa saberá se a meta é relevante ou não para tal.

Alguns critérios que podem ser levados em consideração são o impacto nas métricas (faturamento, número de clientes, etc.), timing, e se o conjunto de metas faz sentido para o planejamento, tanto da empresa, quanto do profissional.

T: Temporal (Time-bound)

As metas são passos de um planejamento completo. Por este motivo é importante colocar prazo em cada um dos passos. Se você não organizar o seu tempo, com toda certeza, o final será prejudicado.

Método 5W2H

A 5W2H, é uma sigla em inglês, que diz respeito a um apanhado de diretrizes, que vão auxiliar e deixar claro tudo o que precisa ser desenvolvido para que uma meta seja atingida passo a passo.

Traduzindo melhor, significa:

5 W: O que significa?

What (o que será feito?) – Determina-se, neste ponto, o que será realizado ao longo do processo para que a meta seja devidamente concluída;

Why (por que será feito?) – Neste ponto serão determinadas as razões pelas quais as metas devem ser cumpridas uma a uma;

Where (onde será feito?) – Em quais departamentos da empresa ou em quais áreas da vida profissional devem ser empregadas ações imediatas para que as metas sejam alcançadas;

When (quando?) – É fundamental estabelecer um cronograma, com os prazos para a entrega de cada uma das demandas e atividades;

Who (por quem será feito?) – Aqui serão determinados os atores deste processo, ou seja, aqueles que irão colocar a mão na massa e fazer o passo a passo para que tudo saia do papel e tome forma.

2H: O que significa?

How (como será feito?) – Aqui deve-se determinar como cada passo do processo será colocado em prática por seus responsáveis;

How much (quanto vai custar?) – E finalmente, porém não menos importante, quais serão os custos de cada ação que envolve as metas.

Como definir as suas metas

Não desejo aqui dizer que será fácil ou difícil, mas sem dúvida será desafiador. Cometemos alguns erros quando criamos as nossas metas, e esses erros podem ser fatais para que tudo de errado depois.

Então preciso muito dizer a você que a força de vontade, por maior que ela seja, não ajudará você em nada para a realização das suas metas. Estudo da neurociência, baseado no comportamento humano, tem demonstrado que precisamos muito mais que a boa vontade, para que nossas metas se realizem.

É preciso que você tenha clareza do que deseja, ou seja, o que realmente você quer! Sem isso fica muito difícil começar. E isso que você quer tem que ser possível de ser realizado, e tangível.

Confira os templates para definição de metas que preparei.

Ao definir a sua meta, nada de criar uma lista infinita. O sugerido é que você tenha até três metas. E ao planejar a sua meta seja bem especifico e quantifique tudo o que será necessário.

Exemplo, se você deseja emagrecer, quanto irá emagrecer? Em quanto tempo? O que vai precisar? Que ajudar precisará etc.

As suas metas precisam ficar sempre visíveis para você. Você precisa vê-las todos os dias para que você não perca o seu foco.

E o que é imprescindível para que você realize as suas metas é a FORÇA DA VISÃO e a FORÇA DO COMPROMETIMENTO.

A força de visão é a clareza de onde você deseja chegar. Sem isso você vai até chegar a algum lugar, mas não vai trazer a você nenhuma satisfação.  Tenha claro onde você deseja chegar.

A força de comprometimento é a mão na massa. Não espere que a jornada seja fácil e tranquila. O seu comprometimento sempre irá existir se as suas metas lhe causarem frio na barriga e desconforto de pensar no que irá ter que enfrentar para alcança-las. As suas metas têm que ser transformadoras.

É muito importante você ter esse discernimento. As suas maiores realizações estão ali no meio, entre os seus maiores desejos e os seus maiores temores.

Fez sentido?

4 coisas que impedem você de alcançar suas metas

  • Falta de CLAREZA do que seja a sua meta – Se você não souber com clareza onde e o que deseja de suas realizações ficará muito difícil criar um caminho de sucesso do que deseja. Confira como ter clareza.
  • Ter MUITAS metas – Se você fizer uma lista imensa de metas, pode ter certeza que você irá se perder no meio do caminho. Grandes pessoas de sucesso focam em uma ou até três metas.
  • Não ter VISIBILIDADE diária das suas metas – o que for ser a sua meta precisa ficar visível diariamente para você. Metas não visíveis, são metas engavetadas e que serão facilmente esquecidas.
  • Falta de COMPROMETIMENTO – o caminho será de muitos desafios, não espere por facilidades. Se fosse fácil todos alcançariam.

Como o coaching auxilia na definição e alcance das metas

Eu como coach não poderia deixar de dizer o quanto o método coaching trouxe meios que ajudou de maneira efetiva para que eu realizasse as minhas metas.

E o que mais preciso deixar claro aqui é que o coaching ajudou porque esse método não é o uso ou aplicação de ferramentas.

Esse método irá ajudar você na construção do caminho a seguir depois da clareza do que você deseja alcançar, pois:

  • Promove o autoconhecimento
  • Auxilia na gestão de tempo
  • Gera mudança de hábitos
  • Auxilia no planejamento
  • Ajuda a construir e monitorar os indicadores de progresso
  • Mantém a proatividade
  • Ajuda a manter o foco
  • Gera Positividade

Fez sentido? Se sim e se você tem alguém para o qual esse post será útil, convido você a compartilha-lo com essa pessoa.

Aproveite para baixar os templates para definir metas que preparei.

Esse é meu último conteúdo do ano e quantos momentos de inspiração eu compartilhei com você.

2019 vai dando lugar a 2020!!!! Se eu fizer uma retrospectiva, o que mais me chama a atenção foram os erros, enganos e decepções que tive, e pelas quais muito eu aprendi. Com isso fica também a gratidão!

“Se chorei ou se sorri

O importante é que emoções eu vivi”

Este post de hoje é para inspirar você a nunca parar.

Experimente

Em 2019 eu me permiti experimentar novas possibilidades. Algumas deram certas, outras não. E lembrando as que não deram certo, uma delas foi de grande aprendizado.

Eu acredito que devemos experimentar e nos dar sempre uma oportunidade. Porém, a sua escolha tem que fazer sentido para levar você aonde deseja chegar.

Jamais abra mão dos seus sonhos. Jamais escolha algo que não venha ajudar você a alcançar o que deseja.

Busque por meios, situações e parceiros que tenham a mesma sintonia que você. Que possa inspirar você e o estimular a fazer sempre mais.

A crítica ou o julgamento, no meu mundo, jamais será construtivo.

Aprendi que, verdadeiramente, apenas você poderá fazer por você. Não coloque a responsabilidade do seu sucesso nas mãos de outra pessoa. Lembre-se sempre de sonhar o seu sonho e jamais querer ser alguém que não seja você mesmo.

Experimentar sempre! Mas isso não significa mudar o seu caminho. Tem que “somar”, contribuir e ajudar na evolução.

Fez sentido?

Reconheça seus erros

Eu aprendo muito com meus erros e vejo a importância de tentar novamente e de maneira diferente.

Em 2019 eu cometi erros que me tiraram do meu foco. Perdi o foco e paguei um preço alto por isso. Ao reconhecer esses erros, eu consegui me restabelecer e voltar a fazer do meu jeito.

Eu fiz e faço as minhas escolhas a partir dos meus valores, das minhas crenças e das minhas verdades. Ora tenho sucesso, ora tenho fracasso. 

O aprendizado e os desafios são enormes. O importante é a consciência que venho tendo de mim mesma.

Eu percebo que já arrisquei, já errei e acertei, mas o mágico é que eu fiz À MINHA MANEIRA. 

Não copie, não imite. Inove!

Faça à sua maneira e acredite em você. Busque saber quem você é e aonde deseja chegar.

Ligue os pontos do que foi 2019 para entender as escolhas que já fez. Seja grato pela sua vida e entenda qual é a sua missão.

Eu fiz e venho fazendo À MINHA MANEIRA!

E você? Como tem feito diferente?

Mantenha o seu foco

Nada e ninguém pode tirar o seu foco.

Tenha sempre a auto responsabilidade. Não dê ao outro a responsabilidade de fazer o que seja necessário para o seu sucesso.

O lindo da vida é você mover-se sempre. É colocar a mão na massa e fazer acontecer. A ideia é que aquilo que deseja já tem que acontecer aqui e agora com o que você tem e pode.

Se você deseja fazer sucesso, que ele comece dentro de casa.

Se você deseja uma boa companhia, que você já tenha agora as melhores companhias

Se você deseja reconhecimento, que você já esteja fazendo o melhor e não o possível.

Mantenha o seu foco fazendo acontecer.

O que você tem feito? Você tem sido uma pessoa de atitude? Ativa?

Quem está no comando da sua vida?

Eu acredito que você tenha muitas oportunidades. Eu acredito que você pode se realizar pessoalmente, profissionalmente e financeiramente. Eu acredito que você pode ter equilíbrio nos seus vários papeis. Eu acredito que você pode se relacionar. Você pode ser muito feliz. Você pode crescer. Você pode participar de muitos projetos. Você pode ganhar muito dinheiro. Você pode ter muitos amigos. Você pode ter muitas oportunidades de crescimento. Você pode ter o que quiser.

E tudo isso depende de você. Você pode conquistar tudo o que deseja ser e ter.

E COMO você pode ter tudo o que deseja? Essa é a pergunta certa. Evite se perguntar o que você quer.

Seja especifico para pedir, evite dar voltas. Seja direto e faça acontecer!

Faça desenhos mentais de como será aquilo que você quer. Seja especifico e direto!

Promova mudanças mentais para você conseguir o que deseja. Peça com positividade! Peça no afirmativo. O que você está disposto a dar? Peça no presente, evite o futuro. A ação é no presente. Comece a se realizar com a qualidade dos seus pensamentos. O que você fala é o que você faz?

Fez sentido? Se sim compartilhe com amigos.

2020 com movimento!


Quantas pessoas andam insatisfeitas com o que conquistam … Seja na vida pessoal quanto na profissional.

Então, eu pergunto: será que elas souberam pedir? Será que elas sabiam realmente o que queriam?

Tudo da maneira que está no seu pensamento é pedido. E pedido é oração! E oração sempre é atendido pelo universo.

Então, cuidado!!! O que você tem pensado será entregue a você de uma maneira ou de outra. E depois não reclame se não era exatamente como desejou.

Se você se vê nessa realidade, este post é para você. E se quiser pode compartilhar com amigos(as) que você acredite estar vivendo essa situação.

Hoje quero abordar três coisas:

Você está sabendo pedir o que deseja.

Agradecer é abundância

Comece e termine o seu dia com a gratidão. Quando você agradece, é pelo que você já tem e não pelo que possa estar faltando. Esse sentimento de gratidão sempre nos traz alegria, realização e satisfação.

Pessoas gratas são pessoas felizes.

Observe!

Pedir é escassez

Você pede o que não tem.

Faz sentido? E o que não temos nos traz sentimento vazio, de pura escassez.

Tenha a consciência do que realmente você quer fazer da sua vida, com requinte de detalhes. Ou seja, ao pedir ou querer algo você deve ser detalhista e bem especifico. Você apenas precisa ter clareza do que quer, e não perca o seu foco, pois quando você menos esperar o que pensou lhe será entregue.

Saiba pedir

O seu pedido tem que ser bem especifico. É como fazer uma encomenda ou um pedido de compras.

Nas minhas sessões em Coaching é muito comum os meus coachees dizerem que sabem o que não querem. Então, quando os pergunto o que eles realmente querem, a maioria faz uma expressão tipo “não sei, se soubesse não estaria aqui”. Percebo uma angustia neles, por se darem conta de que não tem resposta clara para a minha pergunta.

Tudo bem a resposta “não sei”. Isso significa que eles estão com muitas opções a frente. Que tal começar a eliminar algumas para realmente descobrir o que quer?

E essa falta de resposta é também sua? De algum amigo seu? Então, gostaria que você continuasse a ler este artigo…. Quem sabe aqui você possa encontrar algum sinal do que está acontecendo com você?

Hoje você sente-se entusiasmado (a)? Sim, esse sentimento de sentir-se completo, cheio, preenchido, satisfeito…. Você tem gratidão e percebe ter uma vida de abundância? Ou hoje a sua vida é o inverso do que acabei de descrever?

Eu gostaria que você reconhecesse que a vida é maravilhosa. Nós humanos é que fazemos escolhas que tornam tudo desigual. Além disso é reconhecer que a vida é incrível, e é compreender que não nada tem volta, por isso devemos valorizar o AGORA.

E esse “agora” é o que nos oferece todas as possibilidades e oportunidades que estão a nossa frente. Então, não se limite, pois tudo é possível.

Olhe-se com carinho e reconheça que você tem um universo de possibilidades a sua frente. Você pode ter tudo o que quiser.

Preste atenção!!!!! Tudo o que quiser!

E o que você quer? O que você quer fazer na sua vida? Algo que seja simples e satisfatório?

Você tem que querer e saber querer. Foque no que você quer saber e reconheça suas melhores oportunidades.

No entanto tenha cuidado! Por que muitas coisas nos tiram o foco, até coisas que aparentemente parecem ser grandes oportunidades.

Quantas pessoas, situações e energias parecem ser os mais apropriados, a oportunidade de ouro que você esperava, mas de repente elas se tornam o seu maior pesadelo, e de consequência tiram o seu foco.

Cuide de ter clareza para saber pedir.

Todos nós precisamos saber o que queremos para pedir com requinte de detalhes.

Será que a sua insatisfação de hoje ocorre porque você não sabe o que quer e, consequentemente, não está sabendo pedir? E saber o que quer fazer e como é  também ter foco.

Foque aonde você quer chegar. Diga não para as oportunidades que não fazem parte da sua fotografia de vida.

Saiba pedir, pois pedir é oração, e toda oração é atendida pelo universo.

Preocupe-se em ser grato, pois o que você quer já está entendido.

Participe da minha palestra online: Porque você precisa ter CLAREZA para conseguir o que deseja

Tudo começa do que você é bom!!!

Hoje desejo compartilhar com você a maneira mais simples e direta de ter coragem de ser você:

Seja Be Me

Be Me?

O que é isso?

Um jogo!

Um jogo de desconstrução de uma imagem distorcida que você veio criando de si mesmo e que tem impedido você de ser você mesmo.

A coragem de ser quem somos é começar a se olhar e dizer sim a si mesmo. Seja você o seu propósito primário. O que verdadeiramente tem incomodado você hoje?

  • Família?
  • Relacionamentos?
  • Trabalho?
  • Finanças?
  • Sua imagem?
  • Suas escolhas?
  • Auto sabotagem?
  • Ansiedade?
  • Medos?

Você percebe que a fotografia mental que você faz da sua vida tem provocado emoções que podem estar parando você?

Compreenda que o mundo em que você vive não se importa com as suas emoções, dúvidas, incerteza, angustias ou medos. O mundo gira, mudam-se as estações, a terra treme, chuvas ocorrem, o dia amanhece e anoitece, e se você não tomar uma decisão e agir pode saber que você será eliminado. É preciso adaptar se!!!

Nós humanos estamos em um constante processo de evolução pessoal permanente. Evoluir é o nosso papel nessa Terra, se não corremos o risco da nossa espécie ser extinta.

Nada é contra você!!! O que importa é sempre o que você irá fazer com o que te acontece.

Então vem comigo …. Esse post é realmente para você.

Mudar o seu comportamento é uma tarefa desafiadora e difícil. Porém possível.

Não queira, no entanto, mudar de um dia para ou outro. Isto será um processo. Um processo de evolução permanente.

Você precisa fazer parte de um meio que move, em torno do sol e de si mesmo. E por qual razão você está optando em ficar parado e não mudar?

Então, como diz a música cantada por Raul Seixas: “NÃO PENSE QUE A CABEÇA AGUENTA SE VOCÊ PARAR”

Pois bem, adianta ficar parado? Na mesmice? Claro que não! Se você hoje está precisando de uma mudança, seja pessoal, profissional, relacionamentos, financeiro ou equilíbrio, seja qual for, a sua vida irá se transformar, pois você terá a coragem de ser você.

Qual é o seu Be Me hoje? Financeiro? Pessoal? Profissional?

Identifique o seu Be Me!

Você irá sentir-se mais confiante para fazer o que antes não teria coragem. Você terá clareza e a capacidade de compreender que novas oportunidades surgem e, como num passe de mágica, aquilo que você planejava ser e ter já não prece tão inatingível.

A sua vida ficará mais clara, com mais sentido, com mais leveza e com mais autoconfiança.

E a coragem para explorar e fazer acontecer passa a ser seu desafio diário.

Você descobre que está em você o poder de decisão. É você no controle da sua vida.

E a vida vai lhe mostrando que você precisa de muito pouco para sentir-se realizado. Você passa a ser grato e a enxergar que simplesmente precisa fazer o bem para receber o bem. E que amar verdadeiramente de maneira incondicional apenas é possível quando você se ama em primeiro plano.

Você também perceberá que a coragem de ser você é, primeiramente, honrar a sua história e os seus ancestrais. É valoriza a vida simples! Atitude é boa vontade.

O autoconhecimento é a ferramenta mestre para a coragem de ser você. Você irá identificar seus talentos, habilidades, valores e realizar seus sonhos. O que parecia inalcançável, passa a ser real.

De repente você liga os pontos do passado e se surpreende com todas as suas conquistas e vitórias atuais.

E você descobre o melhor de tudo, que a coragem de ser você, a coragem de ser um humano possível, não começa pelo que você precisa melhorar ou pelo que os outros aconselham a você mudar.

Tudo começa do que você é bom.

Fez sentido?

Eu acredito na comunicação “não” violenta. Na comunicação aberta, onde eu dou um minuto do meu tempo para ouvir e compreender o meu e o seu “achismo”.

Quando comunicamos, compreendemos, perdoamos, reconhecemos e percebemos que é muito lindo sermos diferentes.

Não lute por nada! Deseje construir o tempo todo….

Este post é para você que deseja buscar pela tolerância.

Não pensamos do mesmo jeito, pois temos experiências diferentes. Você não precisa me convencer de nada e eu também não vou querer convencer você de nada!

Eu escolho ouvir você e desejo que você também me ouça para que possamos nos entender:

Tolerância

O que é a tolerância?

“A melhor prova de tolerância é o respeito às diferenças. ”

Tolerância é um termo que vem do latim tolerare que significa “suportar” ou “aceitar”. A tolerância é o ato de agir com condescendência e aceitação perante algo que não se quer ou que não se pode impedir.

A tolerância é uma atitude fundamental para quem vive em sociedade, seja ela qual for. Uma pessoa tolerante normalmente aceita opiniões ou comportamentos diferentes daqueles que acredita.

Na prática do dia a dia é bem isso, aceitar e suportar o que o outro pensa diferente de você.

Puta desafio, não é?

Tolerância tem a ver com respeitar as diferenças, sejam elas físicas, comportamentais, ideológicas ou de qualquer outra natureza. Sendo assim ela é uma competência importantíssima, independentemente do meio em que se vive, uma vez que convivemos socialmente.

Tipos de tolerância

Seja na sua vida pessoal ou profissional, você lida com pessoas o tempo todo e, por isso, a tolerância é tão importante.

Você consegue compreender no seu meio social, pessoal e profissional os tipos de tolerância?

Conhecê-los pode ajudar a respeitar ainda mais as opiniões alheias.

São alguns deles:

Tolerância social

Tem relação direta com o respeito de uma pessoa ou de um grupo em relação a uma cultura diferente da sua ou valores e normas que não são contemplados pela sua cartilha moral.

Tolerância política

Significa respeitar as opções políticas de cada um.

Tolerância religiosa

Significa ter uma atitude respeitosa com as crenças diferentes das suas.

Tolerância pela escolha alimentar, sexualidade, sexismo, racial etc…

Como ter tolerância?

“As diferenças e a diversidade devem ser celebradas e não combatidas. ”

Eu sempre desejo oferecer aqui os meus próprios exemplos, pois eles são o que tenho de real para você.

Eu confesso que a minha tolerância é um exercício diário e tenho aprendido a praticá-la quando desenvolvo a habilidade da inteligência emocional.

O autoconhecimento, além de ajudar na consciência de quem sou, tem contribuído no melhor controle das minhas emoções e sentimentos. Hoje compreendo a origem das minhas emoções, identifico quais pensamentos dão origem a determinado sentimento.

A essa habilidade de saber de onde vem o que sinto e o que fazer com isso chamo de inteligência emocional!

É importante saber o que fazer com o que sente, pois, as emoções surgem sem que possamos controla-las. Entretanto, devemos saber o que fazer com elas.

Fez sentido?

Se você é o tipo de pessoa com essa competência, a tolerância, muito provavelmente você tem facilidade para respeitar as diferenças e lidar com os conflitos que surgem no seu dia a dia. Certo?

Porém, se você ainda não é esse tipo de pessoa, não tem problema. Apenas continue lendo esse post.

Procure pelo método que irá ajudar você a aprimorar a gestão das suas próprias emoções.

Faça e pratique o autoconhecimento, saiba quem é você, honre a sua história, reconheça os seus valores, descubra seus talentos. Pratique a resiliência e saiba o que você tem doado. Onde exatamente você deseja chegar sendo quem é?

Afinal, nós humanos somos repletos de sentimentos positivos e negativos, e se você é capaz de perceber melhor seus pontos fortes e atenuar suas fraquezas, você saberá lidar melhor com as diferenças.

Ser tolerante exige ser uma pessoa de mente aberta, despida de preconceitos e que tenha controle de suas críticas e julgamentos.

Como ser mais tolerante tem também de buscar por novos conhecimentos, novas experiências, uma vez que, assim, você consegue entender outras realidades e não fica preso apenas a ideias que defende ou nas quais acredita.

Use e abuse da empatia, que é aquela habilidade de se colocar no lugar do outro, também é uma maneira de conseguir ser mais respeitoso com as pessoas e consequentemente ser mais tolerante.

Seja observador de si mesmo e compreenda que ser tolerante também exige analisar cada atitude própria, pesar cada posicionamento para não ser inflexível com alguém.

Pois bem, ter tolerância representa a capacidade de lidar com as diferenças nas mais diversas áreas. E as diferenças são sensacionais! É o que faz esse mundo melhor!

E eu digo que, na prática, nem sempre é uma tarefa fácil ser tolerante. Afinal, a necessidade de estarmos certos às vezes fala mais alto, não é verdade?

A tolerância é uma competência, como qualquer outra, que pode ser desenvolvida e aprimorada. É preciso compreender o que seja, como exercer, praticar e repetir.

E você? Você se considera uma pessoa tolerante? Tem facilidade em aceitar opiniões diferentes da sua com respeito e mente aberta?

Comente e compartilhe se o que escrevi aqui fez sentido para você.

Será que você tem sentido preguiçoso ou procrastinador e tem acreditado que é por causa da falta de felicidade?

Fala verdade quem não quer a felicidade? Mas será que nós sabemos verdadeiramente qual o sentido da felicidade? O que realmente é felicidade?

Como você define essa emoção?

Sabendo ou não como defini-la, a grande verdade é que todos nós queremos a tal felicidade e, muitas vezes, fazemos tudo o que estiver ao nosso alcance para conquistá-la.

E por que muitas vezes não nos sentimos em estado de felicidade? E por qual razão podemos até entender como alcançar a nossa felicidade, porém não fazemos coisas que nos fazem felizes?

Bora ser feliz? Então esse post é para você….

  • O que é felicidade?
  • O que é felicidade para você?
  • Insight que desejo compartilhar

O que é a felicidade?

É a vida em plenitude, é uma sensação de vibração intensa e que desejamos arduamente que não passe ou que seja eternizada.

A felicidade está naqueles momentos que somos inundados de alegria por causa de uma conquista, por uma vitória ou celebração etc.

É preciso reconhecer que essa emoção não é algo continuo, mas eventual e episódica. Você apenas sente felicidade por que ela não é contínua.

O que é felicidade para você?

Para poder contribuir com você na sua resposta e na sua formulação do conceito dessa emoção eu, como coach, desejo provocar você.

Respire!!!! E busque se observar, sem crítica ou julgamento!

– Fale-me sobre o seu amor-próprio:

Você tem se cobrado pela vida perfeita que as pessoas esperam que tenha?

Não há resposta certa ou errada, feia ou bonita. Fique bem consigo mesma, compreendendo que é humana.

Lembre-se sempre do que você é boa, para ajustar o que ainda precisa melhorar em você. Recorde das suas vitórias e da emoção de felicidade que teve, pois errar e acerta faz parte do ser humano que você é.

Agindo assim você compreende que a felicidade é momentânea e eventual?

– Fale-me sobre não criar expectativas:

Nessa sua formulação do que seja a felicidade, compreenda que criar expectativas é o mesmo que procurar o inverso do que seja a felicidade, é a própria frustração. As coisas acontecem da maneira que são. Não é contra você, mas um processo de evolução e transformação.

– Fale-me sobre desapego:

Nada é fixo ou permanente. Estamos aqui como passageiros, por isso o seu conceito de felicidade tem que levar em contato essa nossa transitoriedade. Não se apegue a pessoas, dinheiro e bens materiais porque o apego traz satisfação de conquista e não a real felicidade. Busque a felicidade dentro de você e não fora de você.

– Fale-me sobre suas relações:

Querer agradar a tudo e a todos é uma contramão da felicidade! A sua identidade e autenticidade faz parte da pessoa feliz que você pode ser. Seja você mesmo sempre e nunca faça nada que realmente não queira.

– Fale-me sobre como você se observa:

Eu ainda não encontrei maneira melhor de me observar que escrever um diário. Olhar-me no espelho não é um bom exercício de auto-observação, mas o diário sim.

Ao escrever as minhas emoções e como eu as expresso em um diário, compreendo a minha fonte de ser feliz e compreendo que a felicidade é algo eventual. Compreendo que a minha fonte de energia está em coisas simples, que eu chamo de felicidade basal, como por exemplo, a companhia dos meus filhos, do meu marido, e o sol da manhã.

– Fale-me sobre o seu tempo:

O tempo é o que mais temos de precioso. Como você tem priorizado as suas 24 horas?

Você ocupa ou realiza coisas importantes? Você tem momentos para o que mais gosta? Tempo para quem você ama? Tempo para aprender? Para ensinar?

– Fale-me sobre o que você doa:

O sentir-se feliz ou experimentar a felicidade poder ter fundamentos na sua capacidade de doar. Você é servo do que? Qual o bem que você tem feito para também receber o bem?

– Fale-me sobre crítica e julgamento:

Se você sabe quem é, o que falam de você deixa de ter tanta importância. E se você crítica e julga alguém, saiba que essa prática leva você a uma perspectiva muito limitada do que realmente seja a pessoa.

– Fale-me, então:

O que é a felicidade para você?

Insight que desejo compartilhar

Tudo bem até aqui?…. Ótimo! Então, continue comigo…

Nós fazemos escolhas o tempo todo, desde o momento que acordamos até a hora de dormir. E como tem sido a qualidade das suas escolhas?

Você já observou se você é do tipo da pessoa que até sabe o que quer, mas não sabe como fazer? Você reconhece e tem o conhecimento do que deseja alcançar das suas realizações pessoais, profissionais e financeiras, mas anda sem “pique”, sem energia, sem gás para agir? E acaba por desperdiçar o que você tem de mais precioso, que é o tempo?

E o que tudo isso que acabo de mencionar tem a ver com esse artigo sobre felicidade? Tudo!

Eu comecei esse artigo descrevendo o conceito de felicidade, lembra-se? Pois é, mas agora desejo falar de outro tipo de felicidade, a felicidade basal, aquela que nos traz energia.

Tenha claro que a emoção felicidade é algo de momento, e que passa. E pode ser que você esteja confundido sentir felicidade com a falta de energia.

Se hoje você se sente preguiçoso, procrastinador, sem atitude e que na maioria das vezes tem se auto sabotado, isso não é falta de felicidade. É, na verdade, falta de energia.

Preste atenção em si mesmo para conseguir identificar o que tem minado a sua energia.

Observe e identifique, onde você tem perdido energia?

  • Celular
  • Internet
  • TV
  • Séries
  • Conversa “fiadas”
  • Outros

Ao identificar o que faz você perder a sua energia, desejo agora ajudá-lo a identificar o que traz a sua energia.

É aí que vem a tal felicidade basal. Já havia escutado esse termo antes?

A felicidade basal é um sentimento que você alcança com coisas simples e que eleva a sua energia. Saiba que o que eleva o seu “pique” são coisas e momentos simples

Para ajudar eu vou compartilhar o que me traz energia, quais são as minhas felicidades basais: a companhia do meu marido e dos meus filhos; dia de vento, sentir o sol da manhã e banho de mar.

Essas coisas simples são tão prazerosas e me enchem de energia! E qual o custo? Quase nada.

O que traz energia para você? Lembra? Essa fonte de energia sempre está no simples:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Fez sentido?

Assista ao vídeo no meu canal

Crítica e Julgamento: como lidar? Continue lendo este conteúdo e você irá ver que é libertador.

“Não julgue e você não será julgado. Não condene e você não será condenado. Perdoe e você será perdoado. ”

Lucas 6:37

É fato que nós nos importamos com o que falam e pensam de nós. É também fato, que há fases na nossa vida que importamos mais ou menos com o que pensam de nós.

É do ser humano o julgamento. Julgamos muito os outros, o tempo todo! E quantas vezes desejamos, a partir de nossas verdades, a coerência das pessoas, as quais muitas vezes nem nós mesmos temos.

Desejamos que as pessoas que se relacionam conosco nos acolham e compreendam sem crítica ou qualquer julgamento. Porém, observe-se! Como você tem feito em relação as pessoas ao se entorno? Antes de esperar por ele, você tem acolhido e compreendido essas pessoas sem julgamento ou crítica? Eu confesso, que EU, muitas vezes, a minha resposta é NÃO….

Bora… juntos … discursar aqui sobre a crítica e julgamento? Como não se importar com o que pensam sobre nós?

Abordarei sobre:

criticas e julgamento

Por que as pessoas julgam?

Porque somos humanos. É da nossa natureza julgar!

A crítica tem origem do nosso julgamento vicioso: ela serve para distrair a atenção sobre nós mesmos e para esconder a possibilidade de nos auto responsabilizarmos. Dessa maneira, ficamos em alerta a tudo o que se passa ao nosso redor, a fim de julgar e criticar a maioria das ações dos outros.

Louco isso, não é? E por qual razão fazemos isso? Observe-se…. Agindo assim, indica o quanto nós humanos tememos os mesmos problemas que criticamos e julgamos.

Fazemos isso de maneira inconsciente, pois julgamos e criticamos a partir de nossos valores pessoais, e muitas vezes nos apegamos a qualquer mínimo gesto do outro, para julgar e criticar.

O nosso desejo inconsciente de sobrevivência nos faz sermos crítico e julgadores para que de alguma maneira lutemos diariamente para sermos amados e aceitos. Criticamos e julgamos para que o outro seja o foco do julgamento e não nós mesmos. Assim evitamos de sermos surpreendidos por nossas próprias atitudes.

E por fim, vale a pena mencionar que o julgamento e a crítica são frutos de um pré-julgamento lançado em forma de condenação. Julgar e criticar é atribuir ao outro um desconforto que existe somente dentro do próprio ser que julga e critica. Ser implicante com as pessoas que nos cercam representa a projeção de nossos próprios conflitos.

Como trabalhar o julgamento em nosso comportamento?

Com certeza, ao nos conscientizarmos por qual razão julgamos ou criticamos, passamos a entender a importância de liberar o julgamento. Assim você terá uma verdadeira compreensão e compaixão por todas as pessoas ao seu entorno.

Porém, como trabalhar o julgamento em nosso comportamento?

Eu tenho pensado como eu posso trabalhar isso em mim. Compartilho com você a minha experiência:

LIBERE O SEU PRÓPRIO JULGAMENTO

Quando você julga, você pode estar perdendo a oportunidade de conhecer melhor aquela pessoa, pois ser quem ela é, a torna única. Você permite que o seu preconceito e a sua perspectiva limitada ofusquem a sua visão de ver o bem nessa pessoa.

Quando você conseguir liberar o julgamento alheio, você também irá liberar o julgamento de si mesmo. Pare para pensar, muitas vezes nós podemos ser o nosso maior e pior crítico.

Então fica a sugestão! Que tal liberar o julgamento de si mesmo? Permita-se amar mais a si mesmo. Busque, a partir do que você é bom, melhorar a si mesmo. Evolua gradualmente, alterando o seu foco para uma perspectiva amorosa positiva ao invés de negativa, julgadora e crítica.

Que fique claro que é do ser humano criticar. À medida que você, gradualmente, abandonar o julgamento a si mesmo perceberá que irá experimentar menos julgamento dos outros. Isso não significa que as pessoas deixarão de julgá-lo totalmente, mas você não vai mais presenciar seus julgamentos.

O FOCO É NA POSITIVIDADE

Como eu disse, será gradual a sua mudança! Será uma escolha não julgar a si mesmo, para aprender a julgar menos as pessoas ao seu entorno.

Que tal, a partir disso, você mudar seu foco para o bem? Isso será uma prática!

Vale o exercício: da próxima vez que, você se considerar julgado e sentir se pequeno, mude seu foco o máximo que conseguir. Foque nas suas conquistas e no longo caminho que você já percorreu até aqui.

Você é humano e com toda a certeza tem feito o seu melhor possível. A consciência, seguido da prática e repetição, cria novos hábitos.

Seja, a partir de agora, uma pessoa que irá desenvolver o hábito de criar essa confiança interna, e assim você poderá lidar positivamente com o julgamento.

EVITE PENSAR QUE É PESSOAL

Ao sentir-se julgado ou criticado, lembre-se de que esse julgamento está vindo de verdades e perspectivas limitadas. Quem está te julgando é uma pessoa que verdadeiramente não a conhece. Portanto, é verdadeiro o que estão falando? Não tem certo ou errado, o que realmente incomoda você? Não leve para o pessoal.

Porém, se você perceber que é pessoal! Quando alguém está, em algum nível, por exemplo, com cobiça ou inveja de você, tentando propositadamente prejudicá-lo. Saiba que esse comportamento dele ou dela o faz sentir-se melhor. Apenas afaste!

O que proponho aqui é um grande desafio, eu sei, pois vivo isso diariamente, principalmente no meu meio familiar. Aprender a não se ofender com julgamentos, pode ser difícil, especialmente se vier de alguém que você ama.

Você pode sentir o desejo de, responder rispidamente para se proteger. Mas, a melhor escolha é apenas “respirar”. Será preciso muita força para “respirar”. Essa força vem de uma confiança interior de saber que você faz o melhor que pode. Se você achar difícil, pergunte-se se há alguma verdade, mesmo um pouco, no que a pessoa está dizendo.

TIRE O SEU TIME DE CAMPO

Por fim, se você tentou todas as dicas acima e ainda está recebendo julgamento e não sabe mais lidar com isso, é melhor deixar a situação e criar limites em seu relacionamento com essa pessoa.

Ambientes negativos, especialmente com pessoas que, realmente, criticam e julgam, podem afetar sua felicidade pessoal, autoestima e crescimento.

Você já é limitado, para colocar mais limites à sua vida. Como eu já disse aqui, é do ser humano julgar e criticar, mas a melhor defesa é saber quem você realmente é, o que quer e para onde está indo.

É daqui pra frente…

Todos os julgamentos que já fizemos ou recebemos são das fases da nossa vida, que passam e se renovam!

Você já observou que muito o que já disseram de você, conflitos que já teve de julgamentos, no passado, hoje já não tem o menor sentido?

Perceba que houve momentos que foram tão importantes o que seus familiares e amigos pensavam de você. E hoje você pode dizer a si mesmo que tudo é tão pouco para se importar com o que pensam de você. Será que daqui a dez anos você irá se importar com o que dizem de você hoje?

Hoje eu reconheço isso!!!! E sei que muitas pessoas que já me julgaram ou que eu julguei no passado, hoje já nem fazem mais sentido para mim. Nem me recordo o nome delas e nem mesmo a fisionomia delas.

Pode acreditar no que eu digo. O que hoje pode parecer tão importante, com certeza irá mudar e ter outro sentido no futuro.

Isso é simplesmente maravilhoso!!!! Nada é fixo ou permanente. As pessoas que julgam você hoje, não serão lembradas por você no futuro. Porém, tem algo mais significativo aqui sobre julgamento e crítica. Eu gostaria de saber: o que você pensa sobre você? O que você acha de si mesmo? Qual a sua capacidade de auto-observação com o acolhimento? Você tem sido coerente com seus valores?

Observe-se: O que você tem feito? Como são as suas ações? Sabe aquele momento que ninguém observa ou vê você? Quem é você? E o que você faz?

Se você tiver a clareza e consciência de quem você é, o que dizem de você não terá mais sentido e você não se ofenderá. Se o que dizem de você o incomoda, infelizmente você ainda não sabe quem você é.

Que a sua maior mudança, quanto ao julgamento, seja além de compreender a si mesmo, mas também compreender ao outro. Essa é uma grande maneira de não julgar e não ser julgado ou pelo menos julgar menos e assim não absorver energias ruins da crítica.

Todos nós estamos em transformação. A crítica do outro é sempre dolorosa, mas o que você vai fazer com isso é o que importa.

O que falam de você faz sentido? Tenha os seus julgadores como mestres na sua vida.

Seja você coerente com seus valores! Esteja você sempre satisfeito com você mesmo! Fez sentido?

Ter a coragem de ser você será desafiador e terá riscos! Mas será libertador.

Em uma rápida pesquisa no dicionário eu encontrei que a CORAGEM é (do latim coraticum, do francês cor-age) a capacidade (muitas vezes tida como virtude) de agir apesar do medo, do temor e da intimidação. Portanto, deve-se notar que, por definição, coragem não significa a ausência do medo, e sim a ação apesar deste.

Ser corajoso é ir com medo! Ser corajoso é ser forte perante os obstáculos! Ser corajoso é arriscar, é permitir-se! Ter coragem é mostrar bravura! Ter coragem é ser firme para atender seus valores. Ser corajoso é saber lidar com suas emoções.

De 0 a 10, como está a sua coragem de ser você? Quem é você? Como você está? Você tem clareza de qual é a razão da sua vida?

Ufa!!!!! Como é difícil ter uma resposta para essas perguntas, não é? Eu acredito que é parte do nosso propósito buscar, com carinho e paciência, chegar a uma resposta para essas perguntas. Repare que o tempo todo nós somos impulsionados a pensar e compreender essas questões que falam de nós mesmos.

Então, fique comigo, pois eu tenho certeza que este post irá fazer sentido para você:

Você está disposto a pagar o preço de ser você?

Quem eu sou?

O tempo tem me ensinado que preciso ouvir em silêncio para entender melhor a mim mesma. É como se eu me olhasse no espelho e me perguntasse: “Hoje eu sou quem eu gostaria de ser ou sou o que dizem para eu ser? ”

Pare de ler por um instante e faça a si mesmo a seguinte pergunta: “Você é o que gostaria de ser ou é o que dizem para você ser? ”

Desejo compartilhar a minha experiência, pois apenas posso afirmar, a partir de mim mesma, como foi o processo de compreender quem eu sou e, assim, ter a coragem de ser simplesmente eu.

Eu, como um ser humano, entendi que era preciso buscar por uma consciência. Não era mais possível negligenciar as minhas inquietações e fingir que elas não eram minha responsabilidade. Deixei de vitimizar e terceirizar. Resolvi assumir e dizer a verdade a mim mesma. Por mais incômodo que parecia ser, eu tinha que assumir a minha história e a minha realidade.

As minhas insatisfações vinham do sentimento de não me sentir feliz com nada. Quando compreendi a importância da consciência eu visualizei que estava buscando a felicidade no lugar completamente errado. Eu buscava no meu entorno, nas minhas relações! Eu estava completamente enganada, pois a felicidade está, na verdade, dentro de nós mesmos. A tal felicidade não está, de forma alguma, no futuro que eu desejava e nem mesmo nas minhas conquistas materiais, pessoais ou financeiras, ou no que diziam sobre quem eu sou. A felicidade é algo bem mais simples. Ela está dentro de mim, ou seja, é algo íntimo.

Nossa! Essa descoberta me trouxe um grande alivio!

Em seguida fui compreendendo que é preciso abrir mão do nosso egocentrismo e orgulho e assumir todas as nossas emoções. Para isso a consciência mais uma vez me ensinou que é preciso ter humildade e coragem para abrir mão de certas coisas que nada nos ajudam a evoluir. Precisamos acabar com nosso egoísmo!

A consciência então passou a ser a minha ferramenta maior de autoconhecimento.

Fui, então, reconhecendo uma fotografia real e consciente de quem eu sou. Fiz isso com carinho e acolhimento, sem julgamento ou crítica. De maneira consciente, eu posso dizer que honro saber que eu sou o resultado de toda a geração familiar que me antecede, da minha criação e o das experiências do ambiente em que cresci. Ter a consciência dessa minha história deixou mais claro que eu fiz e faço as minhas escolhas a partir dos meus valores, das minhas crenças e das minhas experiências. Ora tenho sucesso, ora tenho fracasso.  O aprendizado e os desafios foram enormes. O importante é a consciência de que venho tendo de mim mesma. Eu percebo que já arrisquei, já errei e acertei, mas o mágico é que eu fiz à minha maneira. 

Não copie, não imite. Inove! Faça sempre à sua maneira e acredite em você. Busque saber quem você é, e aonde deseja chegar. Ligue os pontos do seu passado para entender as escolhas que já fez. Seja grato pela sua vida e entenda qual é a sua missão. Eu fiz e venho fazendo à minha maneira. E você, como tem feito?

Tome posse de si! Experimente o amor próprio.

Qual a razão da minha vida?

Eu começo aqui desejando que a minha vulnerabilidade seja a sua força, pois eu confesso que também tenho medos. Sim, e eles são saudáveis na minha vida, pois eles me fazem prosseguir. Hoje reconheço que a minha excelência, o meu sucesso, a vida que desejo ter está literalmente conectado ao (s) meu (s) medo (s). Busco descortinar essa emoção do medo, me arriscando e me jogando sempre em direção ao que acredito ser o caminho para alcançar o que desejo. Sei de todas as consequências. Eu, na verdade, me permito isso, pois eu sei exatamente aonde desejo chegar.

E a razão da minha vida começou a fazer sentido quando compreendi as minhas emoções. Na verdade,eu tenho aprendido com o tempo e com isso é maravilhoso ser quem eu sou. E pode acreditar a coragem de ser quem eu sou é uma jornada bem desafiadora.

O desafio de sermos quem somos, vem da compreensão de que temos várias necessidades. E as nossas necessidades básicas, como seres humanos, são ser amado, aceito e incluído para que possamos sobreviver. Quantas vezes não conseguirmos atender a essas necessidades e com isso nos sentimos não amados, rejeitados, excluídos? Essas são situações que geram emoções diversas, como medo, ansiedade, desânimo etc.

Você compreende o quanto é importante a consciência de nós mesmos? Reconhecer e honrar a sua história, de onde veio e de como foi sempre tratado. Honre tudo o que descobrir sobre a sua história até aqui. Compreenda a importância do perdão e da necessidade de seguir daqui pra frente.

Hoje, apenas hoje, agora neste exato momento, eu desejo ser quem eu quero ser e não aquele que querem que eu seja. Porém, como ter a coragem de sermos quem somos?

Posso imaginar você neste exato momento!!!! Eu disse que seria desafiador…  Como ter a coragem de sermos quem somos? Para essa pergunta, que ainda pode não parecer tão clara para nós muitas vezes, sugiro que respire fundo e reflita, pois, a resposta é mais simples do que imagina. Todos nós precisamos da consciência de que a nossa vida tem uma razão, um propósito a ser realizado. Por mais que isso pareça filosófico, uma “viagem” da mente humana, nós estamos conectados uns aos outros por uma única razão, que nada mais é que a expansão da nossa consciência.

Você tem ideia de como a nossa consciência se expande? Pode acreditar! Ela se expande pelo AMOR!

A expansão da sua consciência é um processo de transformação. É preciso buscar saber sobre suas histórias, memórias e heranças. Qual é a sua história? A nossa história é o que não nos deixa cair e é dela que surge o que nos conduz, os nossos valores. Do desmembramento dos nossos valores surgem os nossos talentos e habilidades. Nós possuímos, como seres humanos, uma eterna capacidade de renovação, e quando você se torna canal de amor, por meio de seus talentos e habilidades, você é capaz de realizar o seu propósito de vida.

Então aprendi e desejo sempre compartilhar com você e com as pessoas com que me envolvo que o melhor ocorre sempre pelo AMOR. Desperte essa emoção em você, em todas as pessoas que conhecer, e em todos os lugares por onde passar.

Queira expandir a sua consciência! Tenha coragem, pois será uma jornada de desafios, incertezas e medos. Uma jornada que será o desdobramento do amor, que nos move, liberta e que dá sentido à nossa existência.

Eu não vejo outra forma de ter coragem de ser você se não for com o propósito do amor.

Ter consciência do seu propósito é ter a consciência do ser humano que serve.

A coragem de ser você está na sua capacidade de reconhecer o ser humano LIVRE que é. E ser LIVRE dá muito trabalho!!!

A grande pergunta que tenho para fazer a você é: Você realmente está disposto a saber quem você é de fato? Você realmente está disposto a pagar o preço de ter a consciência de si mesmo? Você está disposto a servir, por amor?

Saiba que ter a coragem de ser você será desafiador e terá riscos!

Ser você é como correr riscos e o desafio de ser chamado de louco. E ser louco será um passo para você evitar ter a sua vida guiada e definida por outras pessoas.

Diga a si mesmo, e depois a todos ao seu entorno, quem realmente está no controle da sua vida.

Não saber quem é não tem agradado nem a si mesmo, não é mesmo? Portanto, busque pela consciência e queira saber quem você é, para não ter uma vida vazia, sem sentido, falsa e comum.

Compartilho aqui a minha história

A coragem de ser eu mesma foi, e tem sido um processo e, confesso, continuo nesse processo.

Este processo é como ter a coragem de olhar-se no espelho. Olhar para mim mesma, sem crítica, culpa ou julgamento, mas um olhar acolhedor de apenas observação. Comece a perceber a si mesmo! Perceba você em situações mais simples e fáceis. Como você se expressa em situações que faz você sentir-se bem, feliz, confiante e reconhecido? Como você se expressa em situações contrárias?

Suas ações e emoções veem de que tipo de pensamentos? Registre isso!!! Observe atentamente a si mesmo.

Desafie-se a observar-se em situações pequenas. Depois você vai se desafiando a compreender-se em situações mais complexas.

A coragem de ser quem sou é, todos os dias, dizer a mim mesma: está tudo bem ser quem você é!

Fez sentido?

Quer saber mais como ter coragem de ser você? Baixei meu ebook clicando na imagem abaixo.

Coragem de ser você - Ethel Peternelli