Pular para o conteúdo

Casa de coach, a emoção é de coachee!

Somos todos iguais enquanto espécie Homo sapiens e completamente diferentes enquanto indivíduo.

Todos nós sabemos que a realidade não é um conto de fadas, que é preciso ter consciência de quem é e onde deseja chegar.

Ser coach não faz de mim especial. Ser Coach faz de mim uma profissional como outra qualquer. Sou uma profissional que ama o que faz e tenho clareza do que desejo doar aos meus coachees. Porém, algumas vezes fico em dúvida se estou no caminho certo. Será que da maneira que faço o que faço é o mais assertivo? Será que eu ou você estamos perdendo o nosso tempo? Será que o que faço é mesmo um instrumento da realização da minha missão de vida? Não há como prever nada e nem mesmo ter total certeza. Eu acredito que não devemos ter resposta para tudo e quando a resposta não vem, eu prefiro respirar com alegria.

Acredito que devemos ficar atentos a nossa intuição e também aos sinais que podem nos indicar se vale a pena investir na atual atividade profissional ou não.

Quer saber quais são esses sinais? Continue aqui comigo que vou compartilhar contigo.

Hoje vou compartilhar com você sobre:

 

Os sinais de que valem a pena investir na sua atual atividade profissional

É preciso que sempre fique claro que nada é fixo ou permanente. Nenhuma atividade profissional é perfeita. Vamos parar de palhaçada? Pensar que poderia ser totalmente perfeito? Sempre existirão momentos de altos e baixos.

O sucesso pode depender muito da nossa consciência e do nosso empenho para que dê certo.

Os sinais de que valem a pena investir na sua atual atividade profissional são:

  1. Você sabe que fará o que gosta e o que tem que ser feito.

Nem sempre iremos fazer apenas o que gostamos. Quando amamos verdadeiramente o que fazemos, quando temos paixão por isso, você não se importa tanto com as coisas chatas a fazer, mas com o lado bom e o quão realizado você se sente por fazer o que faz.

  1. Você vê sentido

Você sabe que o que faz hoje é o que faz sentido para você e que nem você entende a razão, mas que lhe faz mais doar e sentir-se cheio de energia. Pensar no que faz leva-lhe a ter criatividade e realmente ter TESÃO.

  1. Você aprende

Toda e qualquer experiência é um aprendizado constante. Porém, fazer o que realmente gosta profissionalmente implica crescimento pessoal. No momento em que você tem prazer no que faz, você descobre o quanto é intuitivo e criativo e coisas novas são descobertas.

  1. Você descobre que há mais coisas na vida

Uma atividade profissional que nos realiza é aquela que nos leva à realização dos nossos sonhos, que é capaz de combinar prazeres, objetivos pessoais para criar uma jornada de satisfação. O que fazemos de realização profissional satisfatório nos mostra que há muito mais nessa vida pelo qual vale a pena viver e correr atrás. Uma atividade profissional que amamos faz com que possamos expandir nossos horizontes e ampliar nossas escolhas.

  1. Dinheiro não é tudo

Sim, posso lhe dizer com autoridade no assunto. O dinheiro é importante, mas não é essencial. Há outras coisas que devem estar presentes como valores, respeito, conquistas, doação, compromisso e acima de tudo, amor.

Dinheiro compra muita coisa, mas não a sua felicidade.

Os sinais de que não valem a pena investir na sua atual atividade profissional

É preciso ser mais observador de si mesmo para identificar os sinais que tem chegado a você e que dizem um alerta de perigo.

Os sinais de que NÃO valem a pena investir na sua atual atividade profissional são:

  1. A atividade profissional é tóxica

No momento em você percebe que a atividade profissional que faz pode ser tóxica para você, é melhor tomar uma decisão, posicionar-se. Isso irá evitar que você assuma um compromisso que não poderá cumprir com excelência. Vai evitar também que você crie sentimentos negativos pelo o que faz e que possa ferir a sua autoestima e autoconfiança.

  1. O que faz não acrescenta nada a sua vida

A nossa maior missão da vida é ter a coragem de sermos quem somos. E com isso é muito importante poder viver com segurança, paz e plenitude. Estar fazendo o que torna a sua vida difícil, que não acrescenta, que lhe coloca em obstáculos em tudo o que faz, que desmotiva, que lhe diminui, que paralisa e, que em casos extemos, quebra os seus valores, é viver uma meia-vida. E eu prefiro viver um inteiro.

  1. Falta diálogo

A comunicação aberta e harmoniosa é muito importante. Se não há comunicação interna de você com você mesmo, ou com o meio que você trabalha, as relações tornam-se bastante complicadas. Se as suas ideias não são ouvidas, se você não é encarado de frente e se você não consegue estabelecer um diálogo aberto e construtivo, as discussões se tornam mais frequentes do que discutir ideias. É isso que você deseja para a sua realização profissional? Pese bem! Se está assim, sem diálogo, Será impossível manter qualquer relação profissional.

  1. Sem paixão

Se falta vontade de ir trabalhar na segunda. Se o dia mais feliz seu é na sexta quando deixa o trabalho ou quando sai de férias, ou véspera de um feriado. Ops! Há algo errado na sua atividade profissional.

Quando você vê o que faz profissionalmente mais como uma obrigação, falta de opção do que algo que vai levar onde deseja chegar, o que faz hoje pode não ser o ideal para você.

Fazer o que faz só por dinheiro, obrigação pode até dar certo por um período, mas a longo prazo, os problemas irão aparecer e a sua vida será sempre um peso, eu diria maçante.

  1. Você não tem mais tempo para si mesmo

Se o que faz profissionalmente tem consumido todo o seu tempo e você não tem mais horas dedicadas a si mesmo é sinal de que você não tem se colocado como prioridade, o sofrimento e desapontamento serão inevitáveis.

Casa de Coach, as emoções são de coachee

Muitas vezes acreditamos que somos imbatíveis por termos nos tornado pessoas realizadas pessoalmente, profissionalmente ou financeiramente. Na prática não é bem assim. Por isso, digo que mesmo sendo coach feliz e realizada, as minhas emoções e as das pessoas íntimas a mim são as mesmas de qualquer pessoa que me procura para ser meu coachee.

O que eu e você somos, na verdade, é um ser humano em processo de transformação. Não somos super-heróis!

Nem eu e nem você terá condições de fazer tudo ou saber de tudo. É importante lembrar que as respostas a todas as nossas questões são pessoais e nem sempre com respostas imediatas. Se agora você não tem a resposta que deseja, respire com profundidade e alegria.

O controle das nossas emoções é fundamental para o equilíbrio. Dê a si mesmo todos os dias a chance e a oportunidade de ser quem realmente é. Você será sempre ouvido naquele papel que te compete, não queira ser para alguém aqui que você não é. Saiba separar que é e o que faz no que lhe compete.

Embora seja válido ouvir a opinião de outros, a decisão final sempre será sua. Ficar onde não deseja estar, querer ser mais forte do que é pode ser uma carga que não é sua.

Ficar onde está faz você feliz? A sua atividade profissional hoje traz mais alegrias do que tristeza e frustrações? Se as suas respostas a tudo isso é SIM, com certeza vale a pena você investir no que faz atualmente. Portanto, vá à luta e seja feliz! Busque ajuda se for necessário.

Gostou do que leu hoje? Fez sentido para você? Conseguiu avaliar se vale a pena investir nessa sua atual atividade profissional? Alguma coisa que você deseja compartilhar ou perguntar? É só falar. Ah! E isso até me deu uma ideia. Quer tirar suas dúvidas comigo? Você pode usa a hashtag #EthelEsclareceno meu canal no youtube, Envie suas dúvidas e eu terei o maior prazer em responder.

Tenha um dia de luz!

Ethel Peternelli