Pular para o conteúdo

5 dicas de como lidar com frustração profissional

Frustração profissional? Onde normalmente passamos a maior parte do nosso dia?

Eu? No meu local de trabalho. E vem sendo assim desde que ingressei no mercado profissional. E você?

E quando eu estive sem ocupação profissional a maior parte do meu dia era pesquisar, procurar por trabalho e/ou buscar especializar.

Veja que ter uma atividade profissional tem um valor muito grande em nossas vidas. Nos faz pertencentes a um nicho ativo da sociedade. E isso mexe com muitos com nossos valores e emoções. Passamos a nos sentir aceitos e reconhecidos.

E se neste momento você se sente satisfeito com o que faz, está engajado em uma atividade profissional: Seja grato! Não espere perder para saber que você era uma pessoa satisfeita e realizada.

E se você faz parte do grupo que está desempregado, ou insatisfeito com o que faz: cuide de si! Busque ajuda e seja observador de si mesmo.

Eu verdadeiramente acredito que a crise que estamos vivendo nos dias atuais é para que possamos ter coragem de sermos quem somos. Essa crise está nos dando a oportunidade de conhecermos a nós mesmos, nossas habilidades, nossos talentos para criar e desenvolver algo de profissional diferente, que tem a ver com o nosso perfil e que seja prazeroso e útil.

O texto e vídeo de hoje tem um caráter de urgência!

Eu venho acompanhado muitas pessoas vivendo momentos de muito aperto financeiro e de total falta de perspectiva profissional. Eu diria que elas estão à beira do desespero, pois não conseguem encontrar um caminho para se sentirem seguras, com autonomia financeira e realização profissional. E com isso estão colocando em risco suas realizações pessoais, como a família, o casamento e suas amizades.

Leia meu artigo: Como relacionar realização financeira com realização profissional

E diante deste cenário é importante que você entenda que as emoções que surgem pelo o que estamos passando na nossa vida, fazem parte da nossa natureza humana. Então observe-se e veja quais são as suas emoções atuais diante do que está passando.

Se você anda cansado, desiludido, sem esperanças com a sua situação profissional, saiba que a emoção da frustração não é feia e nem bonita de sentir. É mais uma emoção humana que nos pertence. Não se culpe por isso! Faz parte da nossa natureza sentirmos frustrados. Está tudo bem! Acredite.

O que verdadeiramente importa neste exato momento é o que você está fazendo com essa frustração profissional. O que você tem feito com isso?

Faça agora um momento de pausa e observação de si mesmo:

  • Você não tem certeza do que deseja?

  • Qual caminho seguir?

  • Você não faz e nunca fez o que verdadeiramente gostaria de fazer?

  • Você não vê propósito no que faz ou já fez?

  • Você está desempregado?

  • Sua empresa faliu?

  • Você não consegue uma promoção?

  • Nem mesmo consegue um emprego?

  • É recém-formado e não encontra nada?

Com certeza, caso você se encaixe em algumas destas questões você tem motivos para sentir-se frustrado profissionalmente. E está tudo bem, como eu já disse: o que realmente importa é o que você vai fazer com isso.

Convido-lhe a tomar medidas adequadas para esse seu momento.

Fingir que tudo isso não existe, vitimizar, reclamar e/ou lamentar garanto-lhe que não é a melhor escolha, pois vai doer muito mais. Escolha neste momento ser observador de si mesmo, fique íntimo de você mesmo para que possa ter condição de trabalhar essa emoção da frustração e assim buscar um caminho.

E lembre-se: Se você não estiver suportando, busque ajuda de profissionais adequados que possam lhe ajudar.

A grande verdade aqui é que a nossa maior dor, é que muitas vezes não sabemos lidar com as nossas frustrações. Dê a si mesmo uma pausa e observe-se. Volte para o seu presente e diga a si mesmo o que tem lhe feito bem e o que tem lhe feito mal?

A partir dessa auto-observação seja capaz de descrever o que está acontecendo com você. Por qual razão você não tem tido realização profissional? Por que você não encontra um trabalho? E o que tem gerado essa frustração? O que você não está vendo? Ouvindo? Ou sentindo? Sobre si mesmo?

O que é a frustração?

frustração profissional

A frustração vem de uma vontade, faz parte de um processo de desejo. Você verdadeiramente sabe o que quer? O que tem impedido você de realizar o que deseja? Quais tem sido os seus obstáculos?

A frustração está relacionada à nossa incapacidade de realizar um desejo ou atender a uma expectativa. Essa emoção pode ser sentida em qualquer área e momento da vida. E ela manifesta quando temos um desejo e não conseguimos superar os obstáculos que surgem e nos impedem realizá-lo.

Fez sentido para você? Você tem vivido isso?

Todos nós, seres humanos, já sentimos isso em algum momento e temos a escolha: a de enfrentar a frustração ou de deixar que ela nos vença e assim desistimos do nosso desejo.

Não quero aqui fazer apologia a motivação. Quero, na verdade, dar-lhe motivos para ter ação, pois eu compreendo verdadeiramente a sua dor, uma vez que ela também já fez parte da minha vida.

Digo que sair disso é desafiador! E quem disse que seria fácil?

Porém, como lhe ajudar com a sua frustração profissional?

5 passos de como lidar com frustração profissional

  1. Conheça a si mesmo
  2. Saiba o que quer
  3. Seja comprometido
  4. Tenha coragem de ser você
  5. Dê o primeiro passo e acabe com a frustração profissional

Assista essas dicas no Youtube.

Conheça a si mesmo

Olhar para si mesmo é um exercício desafiador. E por isso, brigar, culpar alguém parece sempre o caminho mais fácil.

A nossa grande briga e culpa é conosco. Pare para pensar! A mudança que você deseja das pessoas, das situações em que vive é de sua total responsabilidade. Mudar é um exercício diário e muito desafiador, que irá exigir de você autoconhecimento, perseverança, vontade e determinação.

O que disseram para você ser é sempre um caminho difícil. O que você decide ser é sempre um caminho desafiador.

Vença a si mesmo, pois seus medos, anjos, demônios, angústias, sonhos, inimigos, sucessos, talentos, habilidades, paz, satisfações estão todos dentro de si mesmo.

E quando você estiver sozinho, poderá ter condições de falar consigo mesmo e analisar seu comportamento, enxergando quem é você e isso muitas vezes poderá doer. Estar consigo é assumir quem é. Estar consigo mesmo é posicionar-se. Estar consigo é entender o que você tem de bom e o que tem a melhorar.

Você é a pessoa mais importante!

Saiba o que quer

Evite sentir-se culpado ou ingrato. A pergunta é: você realmente sabe o que quer?

Como você tem se visto? Quais são os seus pensamentos? E os seus sonhos? Você tem colocado emoção no que faz? Será que não está na hora de uma pausa? E como anda a sua espiritualidade? Você tem consciência da sua história? Quem foram as pessoas que o criou? Quais foram as suas experiências?

Nós vivemos ciclos e é preciso uma pausa. Pode ser que esteja tudo bem e que você anda se questionando. Quebre regras! Saia da rotina e busque novos desafios! Apenas pare um pouco!

As escolhas que fazemos são sempre muito importantes. Porém, evite preocupar se ela foi certa ou errada. Pois só hoje eu sei se o que escolhi foi certo ou errado. Houve aprendizado e agora eu posso continuar minhas escolhas com amadurecimento, mas nunca com certeza absoluta.

Então, o que realmente você quer? Evite complicar. É na simplicidade que estão as nossas realizações.

Dê a si mesmo uma pausa. Feche os olhos, respire e medite!

Seja comprometido

Eu acredito no grande poder do comprometimento e você? E normalmente o seu comprometimento é para quem?

Mas o que é comprometimento? Eu vejo como engajamento, envolvimento, entrega, responsabilidade, participação, empenho e dever.

Ao saber o que se quer é imprescindível o comprometimento e vai a grande dica:

Seja comprometido com você e compartilhe esse comprometimento com alguém que se importe com você. Assim, além do seu compromisso consigo mesmo, você estará compromissado com alguém a realizar o que prometeu. Isso gera uma energia de ação que fará você realizar.

Eu verdadeiramente adoro a definição de que o comprometimento indica o ato de fazer uma promessa recíproca. Por esse motivo, comprometimento é um sinônimo de compromisso e requer responsabilidade da parte de quem se compromete.

Tenha a coragem de ser você

Olhar para si mesmo é um exercício para lá de desafiador. É olhar para o espelho sem críticas, julgamento e verdadeiramente gostar do que vê. Vê-se como um ser humano que tem qualidades e “coisas” a melhorar.

Ter a coragem de ser você é honrar a sua história, reconhecer de onde veio, conscientizar-se das suas marcas das experiências vividas.

Ter coragem de ser você é perdoar a sua história até aqui. Aprender, fazer diferente do ciclo vicioso, seguir daqui em diante e ser protagonista da sua própria história.

Dê o primeiro passo e acabe com frustração profissional

Diante da emoção da frustração, você procrastina para realizar o que deseja? Que tal um passo por vez? Será que você está com um olhar macro sobre que deseja? E isso o deixa também ansioso?

Essa visão macro pode deixa-lo cheio de informações e aí você sabota o passo a passo de realizar o que deseja. Você fica sem saber por onde começar. Você fica parado, sem ação e confuso mesmo sabendo exatamente o que fazer. É muito frustrante, não é?

O que você realmente quer? Foque no primeiro passo. Foque na primeira ação que você se propôs a realizar no dia de hoje. Um passo por vez. Quando olhamos tudo que precisamos realizar para alcançar o que desejamos, brotam medos, insegurança, dúvidas e ansiedade.

Experimente depois do primeiro passo, o segundo, o terceiro, o quarto e assim por diante!

Ao final do dia você terá feito o que planejou e logo alcançará o seu desejo macro. Foque nos passos e não na jornada.

“Não deixe as frustrações dominar você, domine-as. Faça dos erros uma oportunidade para crescer. Na vida, erra quem não sabe lidar com seus fracassos”.

Augusto Cury

Bem, foram essas dicas que desejei compartilhar contigo neste artigo de hoje e eu verdadeiramente desejo que tenha feito sentido para você.

Se fez, deixe aqui o seu comentário e compartilhe comigo, se desejar, a sua frustração de hoje. Quem sabe não é a que um dia eu senti e assim eu poderei lhe guiar a se realizar?

Tenha um dia de luz!

Ethel Peternelli