Pular para o conteúdo

3 passos para ter clareza e testar já!

Onde você quer chegar? Você tem clareza do que quer?

A maioria das pessoas que buscam o processo de coaching comigo, chegam aqui com a seguinte pergunta: Como eu posso ser mais leve e feliz? E eu respondo com a pergunta: Você sabe onde quer chegar? Você tem clareza do que deseja ser e ter?

As nossas insatisfações estão muitas vezes ligadas as nossas incertezas. Não é mesmo?

Lembre-se se você é um inteiro. Você tem clareza de onde deseja chegar quanto as suas realizações pessoais, profissionais e financeiras? O que tem faltado para você ter equilíbrio dos seus papeis?

Como você pode ter clareza?

Como você pode ter clareza profissional?

Esse vídeo e texto de hoje é para eu começar a lhe ajudar neste processo de clareza nos seguintes pontos:

E não se preocupe! Na prática, ter clareza é um processo simples.

Clareza: Saiba o que não quer

Quem já sabe ou sempre soube o que deseja é a minoria das pessoas. Quem não tem ideia do que deseja, é a maioria delas. Se você faz parte do grupo que não tem clareza, evite sentir-se culpado, cobrado ou pressionado. Está tudo bem não saber. Fique tranquilo!

O que vou compartilha aqui contigo foram os passos que eu usei para fazer parte do grupo das pessoas que tem clareza profissional.

O primeiro passo é dizer a si mesmo o que você não quer ser. Isso faz parte de uma triagem, mas não pode ser para se acomodar. O que você não sabe é uma consciência para o próximo passo.

Feito isso, convido-lhe a ter uma visão macro de si mesmo e do ambiente onde você está inserido. É o nosso segundo passo!

Seja observador de si mesmo e do seu entorno

Seja observador de si mesmo e do seu entorno

Tive que me posicionar e dizer a mim mesma que qualquer atividade que envolvesse a biologia não era o que eu desejava como atividade profissional. Assumir isso foi muito bom! Trouxe leveza.

Depois disso, busquei pesquisar o que fazia sentido na minha vida. Comecei a observar a mim mesma e fui listando os livros que eu gostava de ler. Que tipo de filme me interessava e o que os personagens faziam de atividade profissional que despertava interesse em mim e o tipo de assunto que também me interessava.

Ter sido observadora de mim mesma trouxe à tona um leque de opções. Ser observadora do meio pelo qual eu estava inserida trouxe oportunidades.

Ao perceber que era com pessoas que eu me sentia melhor. Que não ter “um chefe”, mas sim parceiros para trocar ideias, compreendi com clareza que tipo de meio eu desejava estar para trabalhar.

Consegui ver o quanto saber o que desejo vestir todos os dias para realizar a minha atividade profissional fez diferença na maneira que via o meu dia a dia.

Pesquise e experimente

Depois dessas observações, saí das ideias para a prática. Fui experimentar aquilo que fazia sentido, coloquei a mão na massa. É preciso sentir se é doce ou azedo para então fazer a sua escolha.

Muitas vezes, o tempo que gastamos deixando o que que desejamos no campo das ideias é muito maior do que o que usamos para coloca-las em prática.

Fica o convite! Pesquise! Experimente!

Conteúdos complementares de como ter clareza do que você quer: